Expulso pela primeira vez, Jô evita críticas ao árbitro e pede cabeça erguida no Brasileirão

Expulso pela primeira vez, Jô evita críticas ao árbitro e pede cabeça erguida no Brasileirão

Por Meu Timão

2.0 mil visualizações 54 comentários Comunicar erro

Atacante brigou bastante durante a partida no El Cilindro

Atacante brigou bastante durante a partida no El Cilindro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A partida do Corinthians diante do Racing, na Argentina, tinha um peso ainda maior para Jô. Depois das polêmicas da semana, a torcida esperava uma resposta positiva do experiente centroavante. Em campo, não faltou vontade ao jogador, que muito tentou buscar a bola, mas sem finalizar com perigo. Já nervoso no final da partida, o atacante chegou atrasado e levou o seu segundo cartão amarelo na partida - causando, então, a primeira expulsão de sua carreira.

"Primeira na minha carreira. Então, não vou reclamar do árbitro. Foram duas faltas normais, não sei se era para cartão, mas acabou acontecendo. Fui tentar dar um carrinho, acabei me enroscando com o adversário, até acabei torcendo um pouco, mas nada grave. É esquecer tudo isso e focar no Brasileirão", afirmou o jogador, na zona mista do estádio El Cilindro.

Leia também:
Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista
Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'
Após eliminação, Carille admite que Corinthians 'caiu na pilha' do Racing

O discurso do atacante, evitando qualquer crítica a arbitragem, é bem diferente do que se viu do Corinthians na Argentina. Nomes como Balbuena e Fagner criticaram muito a atuação do árbitro Leodan González. Flávio Adauto também se indignou.

Chateado com o vermelho e com a eliminação, Jô sabe que não há tempo para lamentações. Um dos principais líderes do grupo, o camisa 7 pediu para seus companheiros virarem a página e voltarem as atenções ao Brasileirão, que o Corinthians lidera com dez pontos de vantagem para o segundo colocado.

"Eliminação é sempre triste. Queríamos seguir na competição, mas jogo difícil, duro, de poucas oportunidades. Bem guerreado. Mas agora é cabeça erguida, seguir no Campeonato Brasileiro, o único campeonato que nos resta. É focar 100% e esquecer essa eliminação", concluiu

Veja mais em: e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Filme retrata a antiga ligação do Corinthian-Casuals com o Timão

    Filme sobre a história dos Corinthians será lançado em Londres

    ver detalhes
  • Corinthians recebeu o Paulistano no Parque São Jorge pelo NBB, nesta sexta-feira

    Em casa, Corinthians vacila diante do Paulistano e perde segunda seguida no NBB

    ver detalhes
  • Gabriel foi uma das novidades de Jair Ventura para a decisão diante do Cruzeiro

    Mano soube da escalação do Corinthians na véspera da final, revela zagueiro do Cruzeiro

    ver detalhes
  • VÍDEO: O ano não acabou! | #94

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes