Raça e personalidade: Clayson explica por que decidiu bater pênalti no Mineirão

2.2 mil visualizações 24 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Clayson comemora gol sobre o Cruzeiro, o segundo pelo Timão

Clayson comemora gol sobre o Cruzeiro, o segundo pelo Timão

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Ao pegar a bola indicada para a cobrança de pênalti a favor do Corinthians contra o Cruzeiro no Mineirão, no último domingo, Clayson surpreendeu parte considerável da torcida alvinegra. Afinal, tratava-se de um jogador considerado reserva chamando a responsabilidade contra uma das principais equipes da Série A. Nesta quarta-feira, Clayson falou sobre o lance.

Escolhido para conversar com a imprensa após o treino do Corinthians, o atacante comemorou a boa fase individual e comentou o pênalti convertido no goleiro Fábio. Segundo o camisa 25, personalidade faz parte de sua trajetória como jogador profissional.

“Sempre tive esse lance de raça, é meu. E personalidade também tem que ter no Corinthians. Jadson não estava, eu pedi para bater, estava confiante e fiz o gol, saímos com o empate”, disse Clayson, que chegou ao segundo tento consecutivo pelo Timão.

“Os gols vão saindo naturalmente, sempre disse isso. Quero ajudar do jeito que puder. Se tiver que defender, vamos defender. Se conseguir os gols e assistências vai ser bom. Tenho que ajudar. Evoluí taticamente, isso foi importante para mim”, celebrou.

Leia também:
Clayson faz segundo gol consecutivo e revela diálogo no gramado do Mineirão antes do pênalti
Fiel detona meia titular e valoriza dupla reserva após empate do Corinthians no Mineirão

Contratado após o Campeonato Paulista, do qual foi eleito atleta revelação, Clayson deve voltar a ter chance no Brasileirão. Ele é o principal candidato a assumir a vaga de Ángel Romero, que recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. Ao atacante, nada que possa o deixar pressionado.

“Estou bem tranquilo, o Carille conhece o elenco, sabe com quem pode contar, estou trabalhando e buscando meu espaço. Sabe que pode contar comigo. Mas temos um grupo muito forte. Estou preparado para a oportunidade não escapar”, avisou.

“Tem de ser jogo a jogo, estar preparado, focar no próximo jogo. Não dependemos de ninguém. Está ficando perto do final e não podemos deixar cair”, finalizou.

Líder da Série A com 55 pontos, o Corinthians enfrenta o Coritiba na quarta-feira que vem, dia 11, na Arena Corinthians. Veja aqui como foi a reapresentação do elenco ao CT Joaquim Grava!

Veja mais em: Clayson, CT Joaquim Grava e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado

    Corinthians deixa G4 e pode perder posição até o fim da rodada do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Tiago Nunes negou um suposto interesse do Corinthians para a próxima temporada

    Tiago Nunes ressalta respeito a Carille e nega contato com o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • [Vitor Chicarolli] Há quanto tempo o Corinthians não joga bem?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: