Goiás x Corinthians

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians vai vencendo o Goiás

Acompanhe ao vivo

Ídolo do Corinthians, ex-goleiro Dida faz aniversário neste sábado

5.6 mil visualizações 27 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Goleiro foi campeão nas duas passagens que teve pelo Corinthians

Goleiro foi campeão nas duas passagens que teve pelo Corinthians

Arquivo/Revista Placar

Se perguntada sobre Nelson de Jesus Silva, grande parte da torcida do Corinthians não lembrará de quem se trata. Usando o seu apelido, porém, dificilmente alguém não vai saber o que ele representa. Frio, calmo e pegador de penalidade, Dida marcou seu nome na história do Timão. Neste sábado, o ex-jogador completa 44 anos.

Emprestado pelo Milan, da Itália, Dida desembarcou no Parque São Jorge em 1999. A passagem durou apenas um ano, tempo suficiente para o arqueiro conquistar dois importantes títulos: o Campeonato Brasileiro de 1999 e o Mundial do ano seguinte. Na conquista internacional, inclusive, teve grande influência na decisão por pênaltis da final, contra o Vasco. O camisa 1 corinthiano defendeu a cobrança de Gilberto, do Vasco.

Leia também:
O Meu Timão precisa falar com você
Se voltar a jogar pelo Corinthians, Danilo será utilizado fora do 'habitat natural'
Arana comemora ano de afirmação e credita queda de rendimento a pausa: 'Acomodou um pouco'

Quando o assunto é penalidades, Dida é referência. No Timão não foi diferente. Decisivo, o gigante de 1,95m chegou a defender seis dos dez primeiros que bateram contra sua meta no clube. Quatro das defesas foram seguidas e importantes. A primeira bola defendida foi de Marcelo Souza, do Guarani, nas quartas de final do Brasileirão de 1999. Nas semifinais, o goleiro impediu o gol de Raí, do São Paulo, em duas cobranças. Na sequência, defendeu o pênalti cobrado por Anelka, do Real Madrid, no Mundial de Clubes de 2000.

Depois da boa passagem, o arqueiro retornou ao Milan e só voltou a vestir a camisa alvinegra no ano seguinte. Em 2001, Dida novamente desembarcou no Parque São Jorge e, de novo, foi campeão. Dessa vez, os títulos conquistados foram a Copa do Brasil e a Rio-São Paulo de 2002.

No total, Dida entrou em campo 94 vezes pelo Corinthians, como mostra o Almanaque Timão. Dessas partidas, o clube venceu 53, empatou 22 e perdeu 19. Como não podia deixar de ser, a média de gols sofridos não é alta: foram 122 quando o goleiro defendeu a meta alvinegra.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians enfrenta o Goiás na noite desta quarta-feira

    Corinthians visita o Goiás para se manter no G4 do Brasileirão; acompanhe em tempo real

    ver detalhes
  • Carlos Augusto é uma das novidades do Corinthians para o jogo desta quarta-feira

    Com sete novidades, Corinthians confirma escalação para duelo contra o Goiás

    ver detalhes
  • Bruno Méndez atuou apenas uma vez como zagueiro titular da equipe, contra o Fluminense, no mês passado

    Méndez deve ser titular do Corinthians contra o Goiás no Serra Dourada

    ver detalhes
  • Corinthians e Goiás se enfrentam nesta noite

    TV Globo transmite Goiás x Corinthians para dez estados; veja onde assistir

    ver detalhes
  • Timão bateu o Botafogo em casa por 3 a 0

    Corinthians vence o Botafogo e terá Majestoso pela frente no Brasileiro Sub-20

    ver detalhes
  • Araos está emprestado à Ponte Preta até o fim da temporada

    Araos quase faz golaço em estreia na Ponte Preta e ganha atenção na imprensa chilena

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: