Criticado pela torcida do Corinthians, Jadson explica oscilação e garante volta por cima

Criticado pela torcida do Corinthians, Jadson explica oscilação e garante volta por cima

Por Meu Timão

Meia trabalha duro para retomar bom futebol

Meia trabalha duro para retomar bom futebol

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Quando perguntados sobre a queda de rendimento do Corinthians do segundo turno, muitos torcedores alvinegros vão creditá-la ao baixo desempenho de alguns jogadores do time titular. Dentre esses, um dos mais cobrados é, sem dúvida alguma, o meia Jadson. Bastante questionado, o camisa 10 não abaixa a cabeça e tem dito constantemente que vai reencontrar o bom futebol da primeira parte do Brasileirão para conquistar mais um título pelo Timão.

"Eu venho sendo muito cobrado ultimamente, mas estou trabalhando firme, focado para dar a volta por cima e até o fim do ano, se der tudo certo, voltar ao meu bom futebol e dar alegrias à torcida novamente. É sonho de todo jogador ser campeão brasileiro e já realizei, então ser campeão outra vez será uma realização ainda maior", disse, em entrevista ao Lance!.

Leia também:
'Soldado' ganha camisa em Berlim após zoar rivais do Corinthians e volta a brincar: 'Chora, porco'
Cogitado no Corinthians, Reinaldo esclarece situação na Chapecoense e no São Paulo
Andrés Sanchez é pressionado a confirmar candidatura para presidente do Corinthians

Em busca de justificativas para o baixo rendimento de Jadson, alguns torcedores pedem a mudança de posição do meia. Atuando mais pela direita, o jogador tem função defensiva maior que Rodriguinho, por exemplo, que atua no meio. Em meio aos pedidos, o camisa 10 admite que o assunto já foi conversado com Carille, até para melhorar o rendimento do time como um todo.

"Eu tenho um diálogo muito bom com o Carille, é um cara que dá diálogo para todos os jogadores. Às vezes ele pensa de uma maneira e passa para mim. Então não tem muita diferença jogar pelo lado esquerdo ou direito ou no meio. São testes e análises que ele faz para ver se surtem algum efeito durante o jogo. Isso faz parte do futebol, nenhuma equipe consegue manter o mesmo nível o ano inteiro. Estamos passando por essa oscilação e o Carille está tentando de alguma forma deixar a equipe mantendo o padrão do primeiro turno", analisou.

Mesmo com o segundo turno abaixo da expectativa, o Corinthians segue com oito pontos de vantagem na ponta da classificação. Diante disso, Jadson acredita que é questão de tempo para a equipe reencontrar o caminho das vitórias e caminhar rumo ao seu bicampeonato brasileiro pelo clube - o Timão não vence desde o dia 17 de setembro, quando bateu o Vasco, por 1 a 0.

"Campeonato difícil. Ainda tem 12 jogos, nada decidido. Nossa equipe fez um bom primeiro turno e no segundo está indo aos poucos, tentando reencontrar aquele futebol. Mas o grupo é bom, tem jogadores de qualidade, está fechado, sem rixas. Isso faz um time ser vencedor. Se continuarmos dessa maneira temos tudo para conquistar o título", concluiu.

Veja mais em: Jadson e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes
  • Corinthians sabe da vontade do atacante e espera sinal do clube para avançar

    Corinthians aguarda sinal do Vitória para decidir situação de Tréllez até segunda-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes