Andrés Sanchez é pressionado a confirmar candidatura para presidente do Corinthians

29 mil visualizações 148 comentários Comunicar erro

Andrés Sanchez deve confirmar candidatura apenas em novembro

Andrés Sanchez deve confirmar candidatura apenas em novembro

Meu Timão / Rodrigo Vessoni

A situação ainda não anunciou de forma oficial seu candidato na eleição presidencial do Corinthians, com data marcada para fevereiro de 2018. Nas alamedas do Parque São Jorge, a pressão está em cima de Andrés Sanchez.

O nome de Andrés é dado como certo até mesmo pela oposição. O já assumido candidato Roque Citadini comentou sobre nesta segunda-feira.

"O Rosemberg está na campanha do Andrés. Até onde eu sei ele está lá. Na última ele me apoiou, mas nessa, segundo me diz, ele está com o Andrés", afirmou, em entrevista ao programa Timão Universitário, da Rádio Coringão.

Apesar disso, a participação do ex-presidente ainda é uma incógnita para alguns sócios e conselheiros, que o pressionam para bater o martelo. Segundo apurou a reportagem do Meu Timão, isso, porém, só deve acontecer em meados de novembro.

Leia também:
Naming rights da Arena Corinthians não ilude candidato à presidência: 'Não vende'
Candidato à presidência do Corinthians critica política de ingressos da Arena
Romeu Tuma Jr. cita 'desvio de recurso' no Corinthians e revela plano anti-corrupção

Situacionistas apoiam o retorno de Andrés Sanchez à presidência por dois motivos. O primeiro é a experiência do dirigente no cargo, sendo parte integrante do grupo que ajudou a reerguer o clube após o rebaixamento, em dezembro de 2007. O segundo motivo é a falta de outro candidato com reconhecimento público, principalmente entre aqueles que têm direito a voto, ou seja, associados e conselheiros.

Enquanto Andrés Sanchez não confirma a candidatura de forma oficial, seus aliados seguem em busca de apoio, inclusive confirmando sua participação na eleição para eleitores indecisos, sempre de forma reservada no dia a dia do Parque São Jorge, sem expor o ex-dirigente a ataques dos candidatos de oposição na eleição de 2018.

Entre os interessados, Antonio Roque Citadini, Romeu Tuma Jr e Osmar Stabile já anunciaram que serão candidatos à presidência do Corinthians. A expectativa é que Paulo Garcia e um representante do grupo político dissidente da atual gestão também saiam candidatos na eleição de fevereiro do próximo ano.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Janderson e Gustavo marcaram para o Timão

    Corinthians toma a virada, mas marca de pênalti no fim e empata com o Goiás

    ver detalhes
  • Janderson fez o primeiro gol do Corinthians no Serra Dourada

    Janderson faz o seu primeiro gol pelo time profissional do Corinthians

    ver detalhes
  • Timão bateu o Botafogo em casa por 3 a 0

    Corinthians vence o Botafogo e terá Majestoso pela frente no Brasileiro Sub-20

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians costuma levar bons públicos à Arena

    Para onde vai o dinheiro que a Fiel gasta com segundo ingresso mais caro do Brasil

    ver detalhes
  • Jogadores do Sub-23 do Corinthians e do Sub-20 do Canaã posam no CT da base do Timão

    Sub-23 do Corinthians perde amistoso contra time que se prepara para primeira Copinha

    ver detalhes
  • Araos está emprestado à Ponte Preta até o fim da temporada

    Araos quase faz golaço em estreia na Ponte Preta e ganha atenção na imprensa chilena

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: