Feliz por conquista do Brasileirão, Renato Augusto compara Corinthians de 2015 e 2017

Feliz por conquista do Brasileirão, Renato Augusto compara Corinthians de 2015 e 2017

Por Meu Timão

7.5 mil visualizações 90 comentários Comunicar erro

Renato Augusto foi protagonista do Corinthians no título brasileiro de 2015

Renato Augusto foi protagonista do Corinthians no título brasileiro de 2015

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Um dos grandes nomes da campanha do hexacampeonato nacional do Corinthians, em 2015, Renato Augusto ainda guarda as cores alvinegras no coração. Na China desde a saída do Timão, o meia confessa que tem sido difícil acompanhar a equipe, mas não esconde a torcida e a alegria pela conquista do hepta.

"Claro que nós torcemos. Tem muito pouco tempo que saí do clube. É um clube com o qual me identifiquei bastante, vivi momentos incríveis. Fica guardado no coração. Por tudo isso você acaba torcendo. É difícil acompanhar muita coisa porque na China o fuso horário complica um pouco, mas fiquei muito feliz com o título", disse, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Leia também:
Corinthians se aproxima de acerto com lateral-esquerdo de rival; atacante seria moeda de troca
Um ano da tragédia: veja o que Corinthians e Fiel fizeram à Chapecoense nos últimos 12 meses

Mesmo parte do equipe com melhor campanha na história dos pontos corridos, Renato Augusto enxerga semelhanças entre o Corinthians de 2015 e 2017. Isso porque, segundo o meia, a desconfiança dessa temporada também existiu no ano em que o Timão ergueu o hexa do Brasileirão.

"Hoje falam que o time de 2015 era fantástico, mas não lembram que, quando começou, falaram que ia cair, que ia ser ruim, porque teve um desmanche logo no início da competição. Jogadores importantes saíram, como Guerrero, Sheik, Fábio Santos, Petros, então ninguém mais acreditava na gente, e nós conquistamos o título", relembrou.

"Acho que, além de todo o trabalho que o Carille tem, que é bem parecido com o do Tite, o apoio da torcida faz muita diferença. Tanto em 2015, como em 2017, a torcida fez muita diferença", completou.

Leia também: Malcom marca golaço de fora da área e comemora com referência a Romero

Com tamanho carinho e ligação com as cores alvinegras, é impossível pedir que a Fiel não sonhe com um retorno do ex-camisa 8 do clube. De contrato renovado no Beijing Guoan, da China, o jogador admite que ainda quer voltar ao Timão, mas garante que tudo depende de muitos fatores.

"O Corinthians é um clube pelo qual tenho muito carinho, mas não posso ir para um lugar onde não fui procurado. Espero, claro, poder vestir a camisa do Corinthians, mas tem que ver na época se realmente vai ter um contato, se o Corinthians vai estar interessado ou não. Às vezes o Corinthians já estará com um elenco formado. Tudo isso tem que ser conversado no momento da negociação", concluiu.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e Heptacampeonato brasileiro.

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes