Ao Meu Timão, Luizão fala da busca do Corinthians por centroavante: 'Se cavar, acha na Argentina'

Ao Meu Timão, Luizão fala da busca do Corinthians por centroavante: 'Se cavar, acha na Argentina'

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni

59 mil visualizações 313 comentários Comunicar erro

Com a 9 corinthiana, Luizão foi artilheiro da Libertadores de 2000, com 15 gols

Com a 9 corinthiana, Luizão foi artilheiro da Libertadores de 2000, com 15 gols

Foto: Reprodução/Site oficial do Corinthians

Em poucos momentos a camisa 9 do Corinthians esteve tão bem representada como entre 1999 e 2002. Neste período, coube a Luizão utilizar o número às costas. E o centroavante, um dos maiores a passarem pelo Parque São Jorge, fez jus à importância da camiseta. Até por isso, sabe bem do que o Timão necessita neste início de 2018.

Em entrevista ao Meu Timão, Luizão, hoje com 42 anos, comentou a busca do clube por um centroavante que preencha a lacuna deixada pela transferência de Jô ao Nagoya Grampus, do Japão, firmada na primeira semana do ano. Na avaliação do ex-camisa 9 corinthiano, o Timão deve se ater ao mercado sul-americano, sobretudo o argentino.

“Está difícil achar um centroavante no Brasil, quase não tem”, disse Luizão, antes de dar uma sugestão à diretoria do Corinthians. “Eu acredito que, se cavar, acha na Argentina. Lá tem alguma coisa. Acredito que seria um bom lugar para procurar”, acrescentou o ex-jogador.

Revelado pelo Guarani, Luizão defendeu diversos times brasileiros, entre eles o Corinthians. Logo no primeiro ano, foi decisivo para a conquista do Campeonato Brasileiro (1999) – com direito a quatro gols na estreia, diante do Gama, derrotado por 4 a 2.

Na avaliação de Luizão, a possibilidade de o Timão jogar sem um atacante de referência não o convence. “Eu penso que todos os times deveriam ter um camisa 9. Fomos pentacampeões mundiais sempre com um jogador camisa 9 assim”, argumentou, em alusão ao título da Copa do Mundo de 2002, vencido pela Seleção Brasileira, a qual teve como protagonista Ronaldo Fenômeno.

Nas últimas semanas, os nomes de Henrique Dourado, do Fluminense, e Gilberto, agente livre, foram ventilados no CT Joaquim Grava. Em relação ao primeiro nome, o Corinthians considerou exorbitantes as pedidas tanto do atleta como do time das Laranjeiras. Já no segundo caso, a alta cúpula alvinegra garante que apenas buscou informações sobre o centroavante ex-São Paulo.

Questionado se o atual elenco é capaz de vencer títulos em 2018, o ex-camisa 9 é franco e diz entender que a equipe precisa se reforçar. “Eu vi pouco jogar este ano, todo mundo está voltando agora. Mas acredito que o Corinthians precisará de reforços, sim. É difícil eu falar quais posições porque ainda não vi bem este ano”, opinou Luizão, que também criticou o nível técnico do futebol nacional em 2017.

“O Corinthians foi campeão brasileiro, mas, com todo respeito, não encheu os olhos do futebol brasileiro. O que aconteceu foi que, no primeiro turno, os times não souberam marcar. Depois que aprenderam, a coisa ficou mais difícil”, concluiu.

Além do Brasileiro de 1999, Luizão foi artilheiro da Copa Libertadores da América (2000), com 15 gols, e campeão mundial (2000) pelo Corinthians. Ainda levantou os troféus do Campeonato Paulista (2001) e do Torneio Rio-São Paulo (2002) pela equipe do Parque São Jorge.

Aposentado desde 2009, após passagem pelo Rio Branco-SP, Luizão ostenta o feito de jogador brasileiro com mais gols na história da Libertadores. São 29 gols marcados em partidas da competição continental.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Mercado da bola, Ex-jogadores do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes