Técnico destaque da Copa do Mundo 'viaja' ao passado e lembra função de espião no Corinthians

Técnico destaque da Copa do Mundo 'viaja' ao passado e lembra função de espião no Corinthians

Por Meu Timão

9.2 mil visualizações 43 comentários Comunicar erro

Colombiano presenciou, de perto, momentos importantes vividos pelo Timão

Colombiano presenciou, de perto, momentos importantes vividos pelo Timão

Foto: Divulgação

O técnico Jorge Luis Pinto, responsável por encaminhar a seleção da Costa Rica às quartas de final da Copa do Mundo de 2014, é fã assumido do Corinthians. Em entrevista recente, o comandante colombiano, com passagem por mais de dez clubes, relembrou os tempos em que acompanhar o Timão fazia parte de sua rotina.

“Eu estudava na Universidade de São Paulo (USP), e estavam de treinadores do Corinthians o Oswaldo Brandão e o José Teixeira, auxiliar, que era meu professor. Eu fiquei muito perto do Corinthians naquela época, porque assistia a quase todos os treinamentos da equipe", comentou o professor à reportagem da Rádio Joven Pan.

Atualmente, Jorge Luis está sem emprego. Sua última missão foi comandar a seleção de Honduras até a semifinal dos Jogos Olímpicos de 2016, vencidos com ineditismo pelo Brasil, aqui no país. O técnico, inclusive, não esconde sua vontade de atuar em terras canarinhas.

Leia também: Atacante do Porto é oferecido ao Corinthians, diz site; Fiel invade perfil do jogador em rede social

“Treinar uma equipe brasileira é um sonho meu. O futebol do Brasil é majestoso, enorme, Todo grande técnico sonha em trabalhar no Brasil, e comigo não é diferente”, ressumiu.

E, falando em trabalho, o colombiano comentou a época em que recebeu uma função diferente no time do Parque São Jorge. Atuante no momento em que o Corinthians deixou uma fila sem títulos que durava quase 23 anos, o treinador comenta o sentimento que criou pelo Timão.

"Em 1977, eu visitava os treinos dos times adversários uma semana antes de eles enfrentarem o Corinthians. Era como um espião. Me lembro bem dos jogos históricos contra Ponte Preta, Palmeiras e São Paulo. Desenvolvi um carinho muito grande pelo Corinthians. Até hoje acompanho notícias e jogos da equipe”, finalizou.

Destaque entre os gigantes - Na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, Jorge Luis Pinto viu seus jogadores passarem ilesos pelos gigantes e campões mundiais Itália, Inglaterra e Uruguai - integrantes do "grupo da morte". A equipe da América Central deixou a competição após perder, nos pênaltis, para a Holanda.

Veja mais em: História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Timão levou gol bizarro em Campinas e só empatou com Red Bull

    Defesa bate cabeça, e Corinthians tropeça diante do Red Bull em noite de gols contra

    ver detalhes
  • Renê Júnior (à dir.) fez sua estreia como titular e deixou boa impressão

    'Salva' de tropeço, dupla corinthiana empata na escolha do craque da partida

    ver detalhes
  • Atuação de Romão em derrota para Ponte Preta preocupou comissão técnica

    Após contratar Juninho, Corinthians busca novo lateral-esquerdo no mercado; Carille explica

    ver detalhes
  • Autora da obra, Katia Bagnarelli é viúva do eterno Doutor

    História de Sócrates é celebrada em lançamento de autobiografia nesta segunda-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes