Reforço de R$ 5 milhões, volante aguarda primeira chance no Paulistão; novo esquema pode ajudá-lo

38 mil visualizações 221 comentários

Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

Renê Júnior foi apresentado pelo Corinthians à imprensa em 7 de janeiro

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Relacionado pelo técnico Fábio Carille para enfrentar o Red Bull Brasil nesta segunda-feira, o volante Renê Júnior pode enfim fazer sua estreia oficial pelo Corinthians. O fato de o jogador de 28 anos não ter disputado uma partida sequer no Campeonato Paulista de 2018 poderia ser considerado normal se não fosse o alto valor desembolsado pelo Timão para contratá-lo.

Mesmo livre no mercado, Renê custará, ao longo do período do vínculo, cerca de R$ 5 milhões aos cofres do Corinthians. A quantia se refere às luvas (bônus pelo contrato firmado) acertadas pelo Timão tanto com o atleta como com a Elenko Sports, representante de Renê e de outros jogadores do elenco alvinegro. A empresa tem como acionista Fernando Garcia, empresário e irmão do conselheiro corinthiano Paulo Garcia, que concorreu à presidência do Timão na última eleição, em 3 de fevereiro.

Leia também:
Após exames, Clayson treina no Corinthians e deve enfrentar Red Bull
Corinthians entra em campo com três jogadores pendurados antes do Dérbi

Ao chegar ao Corinthians, o volante, destaque no Bahia em 2017 e um dos melhores do Brasileirão-2017, precisou realizar treinamentos específicos sob a supervisão de auxiliares da preparação física do clube, a fim de corrigir as deficiências físicas apresentadas e atingir nível semelhante ao dos demais. Até o momento, só atuou em uma única partida, na derrota por 4 a 2 para o Rangers, da Escócia, pela Florida Cup, torneio de pré-temporada disputado nos Estados Unidos.

Valeu, Carille!

Renê Júnior durante jogo-treino contra o Atlético-PR no CT

Renê Júnior durante jogo-treino contra o Atlético-PR no CT

Vinícius Souza/Meu Timão

Renê está entre os 23 convocados por Carille para o jogo contra o Red Bull Brasil. Ele inicia o confronto no banco de reservas, mas uma decisão tomada pelo treinador e colocada em prática nos últimos treinos pode beneficiá-lo: a volta ao esquema tático 4-2-3-1. Com dois homens de marcação à frente da zaga, crescem as chances de Renê Júnior ganhar oportunidade no Corinthians. Diante do Red Bull, vale lembrar, Carille tende a escalar Gabriel e Camacho – Jadson, assim, perde vaga no meio de campo.

Provável escalação do Corinthians para jogo contra Red Bull Brasil

Provável escalação do Corinthians para jogo contra Red Bull Brasil

Meu Timão

Além do volante, o Corinthians anunciou outros seis reforços para a temporada de 2018: o zagueiro Henrique, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, o volante Ralf, o meia Mateus Vital e os atacantes Júnior Dutra e Emerson Sheik. Desses, apenas Ralf, recém-chegado e em pré-temporada, não estreou. Outros dois, o zagueiro Marllon e o atacante Matheus Matias, estão acertados.

Veja mais em: Renê Júnior, Campeonato Paulista e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • VÍDEO: Joias podem surgir em Bahia x Corinthians | Cazares, Ramiro e Luan fora #RMT

    ver detalhes
  • Araos e Cantillo podem surgir como novidades; Bruno Méndez segue como titular ao lado de Gil

    Corinthians soma 16 desfalques para duelo com o Bahia; veja quem 'sobrou' para ser relacionado

    ver detalhes
  • Jô é a maior esperança de gols do Corinthians

    [Publi] Corinthians é considerado 'azarão' contra o Bahia nas casas de apostas

    ver detalhes
  • Matheus Jesus foi contratado pelo Corinthians no início de 2020, mesmo tendo um desempenho ruim na temporada anterior quando estava sob empréstimo

    Corinthians é avisado pelo Red Bull que Matheus Jesus não ficará; extracampo pesou na decisão

    ver detalhes
  • VÍDEO: A verdade sobre o fracasso dos multicampeões do Corinthians no Bahia

    ver detalhes
  • Cazares vira desfalque importante para o Corinthians

    Cazares sofre estiramento e vira desfalque para o Corinthians diante do Bahia

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: