Embaixadora deixa escapar, e vice-presidente projeta: corinthianas devem jogar na Arena em 2018

6.2 mil visualizações 36 comentários

Por Lucas Faraldo e Vinicius Souza

Milene falou pela primeira vez como embaixadora do Corinthians feminino

Milene falou pela primeira vez como embaixadora do Corinthians feminino

Vinícius Souza/Meu Timão

Pela primeira vez caminhando pelas próprias pernas, sem a parceria com o Osasco Audax, a equipe feminina do Corinthians tem um sonho para a temporada de 2018: mandar algumas partidas na Arena, em Itaquera. E já há discussões nos bastidores alvinegros para atender ao desejo da mulherada corinthiana.

Leia também:
Com atletas de feminino e masculino, Corinthians lança vídeo da campanha 'Não é Não'
Recém-recuperada de cirurgia, Gabi Nunes volta a romper ligamento do joelho
Com novos uniformes e tatuagens na Arena, Corinthians abraça luta contra machismo

Em entrevista concedida nesta quarta-feira à noite na própria Arena, antes de a bola rolar para jogo do time masculino no Campeonato Paulista, a ex-jogadora e recém-empossada embaixadora da equipe feminina do Corinthians, Milene Domingues, deixou escapar que o Corinthians estuda alternar os mandos de campo entre o Parque São Jorge (casa oficial das meninas) e o estádio de Itaquera.

"Precisamos da divulgação da imprensa. Se não há mínima condição de trabalho para a imprensa, não há como fazer a divulgação", começou, se referindo às más condições de infraestrutura de estádios onde o Corinthians/Audax mandava jogos.

"A ida do Corinthians feminino ao Parque São Jorge vai facilitar demais. Inclusive estamos tentando alguma preliminar para o calendário feminino. Já fizemos isso no passado, alguns clássicos, Corinthians e Palmeiras jogavam antes pelo feminino e depois pelo masculino. Isso atrai mais o público para a modalidade feminina", contou.

Quem também falou sobre o assunto foi a vice-presidente do clube, Edna Murad. Ela voltou a projetar partidas da mulherada corinthiana na Arena, a exemplo do que já havia afirmado ao ser questionada pela reportagem do Meu Timão em entrevista mês passado.

"Esse é um sonho das meninas jogarem aqui, de ter público para isso. É algo que vamos batalhar para que aconteça várias vezes. É viável, tem que planejar, porque para abrir a Arena tem que ter público. Mas quando se fala de Corinthians, todo mundo vem, então acho que vai dar certo", comentou.

Veja mais em: Futebol feminino e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Bruno Melo é o novo reforço do Corinthians

    Corinthians anuncia a contratação de Bruno Melo

    ver detalhes
  • Corinthians segue com pré-temporada forte

    Corinthians inicia segunda semana de pré-temporada com trabalhos em campo reduzido

    ver detalhes
  • Revelado pela base do Corinthians, Miullen rescindiu com o Gil Vicente, de Portugal, após descaso

    Cria da base do Corinthians relata descaso e rescinde contrato com clube europeu após lesão

    ver detalhes
  • Reifit anotou um belo gol nesta segunda-fera

    Meia emprestado pelo Corinthians marca golaço e classifica o Oeste na Copinha; veja o lance

    ver detalhes
  • Diogo Siston não é mais técnico do Corinthians

    Corinthians anuncia demissão de Diogo Siston da equipe Sub-20

    ver detalhes
  • Corinthians estreia na Supercopa contra o Palmeiras

    Corinthians conhece adversário de estreia na inédita Supercopa do Brasil Feminina

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x