Andrés compara Itaquerão ao Morumbi: 'seria como uma Ferrari e um Fusquinha 66'

Andrés compara Itaquerão ao Morumbi: 'seria como uma Ferrari e um Fusquinha 66'

Por Meu Timão

Presidente do Corinthians voltou a provocar polêmica com estádio do São Paulo

Presidente do Corinthians voltou a provocar polêmica com estádio do São Paulo

Andrés Sanchez voltou a provocar polêmica ao comparar o futuro estádio do Corinthians com o Morumbi, pertencente ao rival São Paulo. Em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal Lance, o presidente do clube do Parque São Jorge ainda reiterou a confiança no trabalho de Tite e disse que acredita na chance de a equipe conquistar o título brasileiro.

No começo deste mês, Sanchez foi um dos convidados do programa Hebe, da RedeTV. Durante a atração, ele argumentou que o Morumbi não sediará jogos do Mundial porque “é um estádio de 70 anos”. O presidente do Corinthians voltou a fazer uma comparação polêmica.

“Não dá [para comparar os dois estádios]. Seria como comparar uma Ferrari com um Fusquinha 66. é um novo contra um estádio de 50 anos. Eu não falo em tom pejorativo. É como eu: com 48 anos, estou pior do que quando tinha 20. Tanto que estão reformando, melhorando. Daqui a 50 anos, apesar de ser novo, teremos de fazer um montão de coisas até no nosso”, afirmou.

Andrés ainda brincou com outro projeto de estádio feito durante a gestão de um ex-presidente do clube. “Se o Corinthians tivesse feito aquele com o [Vicente] Matheus, com 200 mil lugares, imagina o que seria aquele monte de concreto. Um mico!”, disse.

O dirigente também se mostrou otimista quanto à chance de o estádio do Corinthians receber o jogo de abertura da Copa-2014. “Vai ser. Como eu sei, é problema meu. Não sejam ignorantes! Se São Paulo tem 500 mil problemas, imagina Belo Horizonte, que tem 1,5 milhão, na Bahia tem 3 milhões. É lógico. Temos aqui 45 mil quartos de hotel. Belo Horizonte tem 12 mil, vai ser a Copa onde?”, questionou.

Sobre a pressão cada vez maior sobre Tite, Andrés mostrou sua confiança no técnico, mesmo com os protestos da torcida e a perda de liderança do Brasileiro. “Não tem substituto, ele fica até o final do ano. Ele é nosso treinador e tem contrato até o fim do ano”, comentou.

Mesmo com o time em um momento ruim, Andrés acha que o Corinthians tem grandes chances de levar o título brasileiro para o Parque São Jorge. “Acredito não, tenho certeza! Basta diretoria, comissão técnica e jogadores se conscientizarem de que é necessário voltar o foco. Acho que o campeonato está aberto. A gente poderia estar mais tranquilo, assim como outros também poderiam estar mais tranquilos. Todo mundo perdeu e ganhou, por isso está essa disputa de cinco, seis para ser campeão. Não depende de mim”, concluiu.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    ver detalhes
  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes
  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes