Corinthians vence e elimina o Vasco do Brasileiro. No futebol americano.

Corinthians vence e elimina o Vasco do Brasileiro. No futebol americano.

Por Meu Timão

Steamrollers (rolo compressor) justificaram o nome e atropelaram para ganhar a Conferência George Ha

Steamrollers (rolo compressor) justificaram o nome e atropelaram para ganhar a Conferência George Ha

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta PressSergio Barzaghi/Gazeta PressSergio Barzaghi/Gazeta PressSergio Barzaghi/

O Corinthians eliminou o Vasco da disputa pelo título do Campeonato Brasileiro - de futebol americano. Na tarde de sábado, véspera da penúltima e decisiva rodada da competição nacional de futebol, a equipe paulista entrou em campo na Fazendinha e deu exemplo para os comandados de Tite: derrotou a carioca por um acachapante 26 a 7, conquistou o troféu da Conferência George Halas (nome de um dos pioneiros da modalidade) e classificou-se para a final do Torneio Touchdown III.

Os jogadores e os organizadores da partida, válida por aquele que é considerado o Campeonato Brasileiro de futebol americano, fizeram questão de associá-la à disputa entre corintianos e vascaínos pelo título no Brasileirão. Pelo menos a cada cinco minutos, o locutor que transmitiu o confronto entre o Corinthians Steamrollers e o Vasco da Gama Patriotas lembrava a torcida da partida de futebol contra o Figueirense, neste domingo, no Orlando Scarpelli.

'Eu garanto: o Corinthians será campeão brasileiro no futebol americano e no futebol neste ano. Tenho certeza absoluta', sorriu o norte-americano Casey Frost, que deixou os Estados Unidos há um ano e meio porque começou a namorar uma brasileira e encontrou uma nova paixão em São Paulo. 'Corinthians minha vida, Corinthians minha história, Corinthians meu amor!', cantou um dos líderes dos Steamrollers, de imediato, quando questionado pela GE.Net se já havia se identificado com o clube.

Como um bom membro da família, Frost foi o destaque corintiano contra o Vasco da Gama Patriotas e liderou seu time para a vitória. A partida começou atrasada, após uma rápida e intensa chuva, diante de pelo menos 200 pessoas que foram à Fazendinha para torcer (a entrada era gratuita). Enquanto o duelo não começava, os dois times se perfilaram nas laterais do campo de futebol americano improvisado - as traves de futebol ganharam novos adereços, e demarcações foram pintadas no gramado - e passaram a se encarar com o apoio do público. 'Esses cariocas são metidos a malandros! É só dar uma provocada que eles se perdem!', sugeriu, na grade, um apoiador dos Steamrollers. Dois jogadores responderam com acenos de cabeça e feições carrancudas.

'Foi gol para a gente?', perguntou Raul Corrêa da Silva, diretor de finanças do Corinthians, que passava pela Fazendinha naquela instante. 'Foi pênalti, então?', insistiu, abrindo um sorriso ao finalmente ser informado por um dos treinadores do Corinthians Steamrollers que se tratava de um touchdown e de sete pontos no placar. O time de futebol americano dedicou atenção especial à diretoria corintiana, que tem apoiado o esporte. Mário Gobbi, pré-candidato a substituir Andrés Sanchez na presidência do clube, deu o pontapé inicial da partida e foi constantemente citado pelo locutor do Parque São Jorge.

Para ajudar a plateia a entender melhor o futebol americano, o locutor da Fazendinha entrou em ação e começou a narrar o jogo - e também a torcer. Ele vibrava com cada ataque dos Steamrollers e incitava o público a fazer o mesmo. Também gostava de provocar os rivais corintianos do futebol, mencionando a boa campanha no Torneio Touchdown. 'Se temos o eterno 7 a 1 sobre o Santos no futebol, fizemos o eterno 79 a 0 no Santos Tsunami na rodada passada do futebol americano! Histórico!', comemorou. No Campeonato Paulista deste ano, o time já havia derrotado o São Paulo Spartans (que foi batizado em homenagem à cidade, e não ao clube, mas veste vermelho e preto) para ficar com o título.

Ainda assim, o jogo de cerca de três horas de duração era monótono. Como parava a todo o instante, tirava a atenção do público. 'O nível do futebol americano no Brasil está melhorando, mas a gente sabe que ainda precisa e pode crescer muito mais. Poderíamos tirar as faltas das partidas, para ficar mais dinâmico e legal para a torcida', opinou Frost, que trabalha como investidor e só pratica o esporte nas horas vagas. 'Tenho que ganhar dinheiro.'

Com a vitória, o Corinthians Steamrollers se classificou para enfrentar o Vila Velha Tritões (que ganhou do Botafogo Mamutes na outra semifinal, por 38 a 20) na decisão do Brasileiro de futebol americano. O jogo será realizado em 11 de dezembro, no Estádio do Ibirapuera, em São Paulo. 'Eles são os atuais campeões, mas nós temos o melhor time. Já ganhamos deles na primeira fase. Como disse, o Corinthians terá dois campeões do Brasil em 2011', concluiu Casey Frost, pronto para virar torcedor contra o Figueirense.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes