Casagrande analisa momento do Corinthians, isenta Andrés e faz pedido

56 mil visualizações 262 comentários

Por Meu Timão

Casagrande opinou sobre fase do Corinthians sob comando de Osmar Loss

Casagrande opinou sobre fase do Corinthians sob comando de Osmar Loss

Reprodução/TV Globo

Ídolo do Corinthians e hoje comentarista da TV Globo, Walter Casagrande Júnior fez breve análise acerca do momento esportivo do clube durante a edição desta terça-feira do programa Globo Esporte.

“Fala Casão, beleza? Sou o Gabriel, sou corinthiano e queria saber: o Andrés é culpado por essa crise no Corinthians? Fala aí pra gente!”, questionou um torcedor corinthiano.

Sem titubear, Casagrande disse não ver Andrés como culpado – ao menos não o único. Na visão do comentarista, é necessário lembrar que a equipe perdeu a imensa maioria de sua comissão técnica para o Al-Wehda, da Arábia Saudita, em meados de maio.

“O presidente culpado pela ‘crise’ no Corinthians? Acho meio difícil. Tem vários responsáveis, ninguém é culpado de nada. O elenco não é forte o suficiente”, respondeu Casão, antes de esmiuçar sua opinião.

“O que acontece: eles acharam que fosse acontecer a mesma coisa que aconteceu quando saiu o Tite e entrou o Carille. Funcionou, caiu o raio lá, o Carille virou um grande treinador, o elenco virou um grande time, ganhou o Brasileiro, ganhou duas vezes o Paulista e eles achavam que o Osmar iria fazer a mesma coisa, e não aconteceu”.

Desde a saída de Fábio Carille para o futebol saudita, o Corinthians disputou 21 jogos oficiais: venceu oito, empatou quatro e perdeu os outros nove (aproveitamento de 44,4% dos pontos).

Para Casagrande, o desmanche que atingiu o plantel entre os meses de junho e julho tem impacto direto no momento do Timão, recém-eliminado da Copa Libertadores da América e mero oitavo colocado no Campeonato Brasileiro – equipe, por outro lado, segue viva na Copa do Brasil.

“(O Corinthians) perdeu muitos jogadores, principalmente depois da Copa do Mundo. Rodriguinho jogador importante, Balbuena... E não conseguiu repor à altura. Contratou alguns jogadores, mas muito diferentes tecnicamente em relação aos outros”, acrescentou o ex-centroavante.

Casão ainda fez um pedido a jogadores, comissão técnica e direção do clube do qual é ídolo: que o time trate o Brasileirão com a devida importância: “Acho que o Corinthians tem que tomar cuidado. Não vai entrar na zona de rebaixamento, mas tem que tomar cuidado”, concluiu.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Tiago Nunes reclamou até de um pênalti que Ruan Oliveira teria sofrido no final do jogo

    Tiago Nunes vê Corinthians desgastado, reclama de pênalti e lamenta chance perdida para fazer 3 a 0

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Araos anotou o segundo gol do Corinthians contra o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Com gol de Araos, 11 jogadores já marcaram pelo Corinthians na temporada; veja lista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: