Casagrande, Ídolo do Corinthians

Atacante

Casagrande

Biografia

Revelado nas categorias de base do Corinthians em 1980, foi emprestado a Caldense (MG) em 1981 após um desentendimento com o técnico. Retornou ao Corinthians em 1982 para ser consagrado como um dos maiores jogadores do Timão.

Sempre muito raçudo, inteligente e oportunista, Casagrande logo em sua estréia anotou 4 gols na vitória de 5x1 do Corinthians sobre o Guará (DF).

Graças ao entrosamento - dentro e fora de campo - com o doutor Sócrates, Casagrande se tornou fundamental nos anos em que atuou pelo Corinthians e na conquista do bi-paulista de 1982/83 e na tão famosa “Democracia Corinthiana”, sendo peça fundamental do movimento que lutou pela democracia no país.

Devido ao grande destaque dentro de campo, Casagrande foi convocado pra seleção brasileira que foi a copa de 1986 e logo depois, negociado com times europeus.

Após rodar a Europa, Casagrande voltou ao Brasil, mais precisamente, pro Flamengo (RJ). E foi graças a essa sua volta ao Flamengo que Casagrande pode sentir de perto o quanto era amado e idolatrado pela torcida do Corinthians. Em uma tarde de domingo no Pacaembu em 1993, ao entrar em campo com a camisa rubro-negra, Casão ouviu a arquibancada em peso cantando “Volta Casão, seu lugar é no Timão!” e “Doutor, eu não me engano. O Casagrande é Corinthiano!”. Ao ser entrevistado após o jogo, Casagrande confessou que esperava ser xingado e até vaiado, mas nunca receber aquela homenagem e que isso o derrubou psicologicamente e não conseguiu ter uma grande atuação.

Depois de toda essa demonstração de amor e carinho não teve outro caminho a não ser o seu retorno ao Parque São Jorge no ano de 1994, onde pode ainda anotar alguns gols e ultrapassar a marca dos 100 vestindo a camisa do Corinthians e deixando claro que por mais que tenha rodado o mundo e que tenha sido ídolo de outras torcidas, o coração do Casão sempre foi corinthiano!

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Casagrande no Corinthians?