Zé Elias, Ídolo do Corinthians

Volante

Zé Elias

Biografia

Zé Elias, volante que jogava com muita raça, muita vontade e por isso logo caiu nos braços da fiel que o apelidou de "Zé da Fiel".

Zé Elias surgiu no campeonato brasileiro de 1993, as vésperas de completar 17 anos. O garoto da base, lançado pelo então técnico Mario Sérgio que o 'descobriu' num treino, não se assustou com a responsabilidade, jogou bem, virou titular do time e caiu nas graças da torcida.

Zé da Fiel - como a torcida o chamava - nunca foi um volante de grandes jogadas, mas se destacava por ser um volante brigador, daquele tipo chato que não cansa em campo e não desgruda do marcador.

Em um jogo no Pacaembu valendo pelo campeonato brasileiro de 1994 na data de seu aniversário, ao entrar em campo a torcida cantou “parabéns” pro Zé Elias, que ficou muito emocionado e jogou aquela partida como um leão, com muito mais garra e disposição que em outros jogos e por diversas vezes, arrematando de fora da área, quase marcou um gol de presente/agradecimento pra fiel torcida. O Corinthians ganhou a partida e Zé da Fiel teve uma atuação digna de nota 10.

Mesmo tendo anotado apenas dois gols pelo Corinthians, um deles num clássico contra o Santos foi um golaço em que deu um drible no zagueiro Ricardo Rocha e bateu sem chances pro goleiro, anotando o terceiro gol da vitória do Corinthians por 3x2.

Como jogador do Corinthians foi convocado várias vezes pra seleção brasileira e disputou a olimpíada de Atlanta, em 1996 onde ganhou a medalha de bronze.Em 1996 Zé Elias foi transferido para o futebol europeu e teve passagens por alguns times como Bayer Leverkusen (Ale) Inter de Milão (Ita) e outros. Mas nunca mais teve o destaque e o futebol apresentado nos anos que atuou pelo Corinthians e era o Zé da Fiel.

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Zé Elias no Corinthians?

  • 1000 caracteres restantes