Domingos da Guia, Ídolo do Corinthians

Zagueiro

Domingos da Guia

Biografia

Mesmo chegando ao Corinthians com 32 anos, Domingos da Guia é considerado por muitos o maior zagueiro alvinegro de todos os tempos.

Revelado pelo Bangu (RJ) e com passagens vitoriosas por Boca Juniors (Arg), Nacional (Uru), Flamengo (RJ) entre outros, Domingos da Guia chegou ao Corinthians perto de completar 32 anos, porém a idade não o impediu de jogar com a grande categoria demonstrada antes em outros clubes e seleção brasileira.

Comprado do Flamengo por 300 contos de réis (maior transação da época) foi um fato marcante que revolucionou o futebol paulista na época.

É até hoje considerado um dos melhores zagueiros do Brasil e do mundo.

Por ser um zagueiro extremamente habilidoso que nunca dava bicões e sempre saia jogando com grande capacidade, Domingos da Guia foi apelidado de “Divino Mestre” e essa sua costumeira jogada, de grande risco porém executada com perfeição foi apelidada de “Domingada”.

Nos quatro anos em que defendeu o Corinthians o Divino Mestre foi capitão e líder do time. Defendeu ainda a seleção paulista e continuou sendo convocado para a seleção brasileira, comprovando que a idade nunca foi um empecilho pro Divino Mestre.

No Corinthians Domingos da Guia não tem um título de grande expressão, mas fazia parte do time que conquistou a Taça Cidade de São Paulo, em 1947.

Após sua passagem pelo Corinthians, Domingos da Guia encerrou a carreira no Bangu, clube que o revelou.

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Domingos da Guia no Corinthians?