Gamarra, Ídolo do Corinthians

Zagueiro

Gamarra

Biografia

Melhor zagueiro do Corinthians nos últimos 40 anos, Gamarra veio do Benfica (Por) para conquistar títulos e um lugar entre os maiores ídolos da fiel.

Carlos Alberto Gamarra Pávon, nascido no Paraguai e com passagens por diversos times do mundo, viveu o seu melhor futebol nos anos em que defendeu o Corinthians.

Nos anos de 1998/99, Gamarra fez aquilo que poucos zagueiros fizeram no mundo. Teve uma passagem vitoriosa e sem fazer muitas faltas. Inclusive ficando as quatro partidas do Paraguai na Copa do Mundo de 1998 sem cometer uma falta. Algo raro na história dos mundiais. Isso sem contar que atuou grande parte da última partida do Paraguai, frente à França, com uma contusão na clavícula, sem poder movimentar o braço. Foi considerado por todos o melhor defensor daquele mundial e com isso passou a ser cobiçado por vários times do futebol mundial.

Pelo Corinthians, Gamarra foi o capitão de um time recheado de estrelas.

Sua dedicação nos treinamentos - costumava ficar após o treino cortando cruzamentos - fizeram Gamarra aperfeiçoar o posicionamento e o cabeceio compensando assim a sua estatura (1,79m, relativamente baixo para um zagueiro).

Gamarra era daqueles zagueiros que raramente davam um bicão pra frente ou chegavam mais forte nos atacantes, sempre atuando com lealdade e uma habilidade pouco comum para um zagueiro.

Nos anos em que defendeu o Corinthians com dedicação e graças a isso é lembrado até hoje - mesmo tendo defendido alguns times rivais - como um dos maiores zagueiros da história e um exemplo de jogador dentro e fora de campo.

Gamarra, o paraguaio corinthiano ídolo da fiel!

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Gamarra no Corinthians?