Com ação até no uniforme, Corinthians abraça campanha de doação de órgãos

2.3 mil visualizações 22 comentários

Por Meu Timão

Bruna Damasceno é uma das modelos da exposição que será inaugurada na Arena Corinthians

Bruna Damasceno é uma das modelos da exposição que será inaugurada na Arena Corinthians

Lincoln Chessa/Divulgação

Antes mesmo de a bola rolar para o jogo desta quarta-feira à noite, o Corinthians já marcou um golaço. O clube do Parque São Jorge aproveitará a partida contra o Flamengo, pela Copa do Brasil, para levar à Arena conscientização sobre a Semana Nacional de Doação de Órgãos, em parceria com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO).

Talvez a mais chamativa ação prometida pelo Corinthians seja a personalização das camisetas com as quais os jogadores entrarão em campo. Tais uniformes terão nomes de pessoas que estão precisando de doação de órgãos e o número da posição em que estão na fila de espera - hoje no Brasil há mais de 30 mil pessoas aguardando transplante.

Haverá também, no Átrio da Arena Corinthians, a inauguração da exposição #JUNTOS - Marcas de Uma Vida. A obra tem como objetivo mostrar, por meio de fotos, a superação de diferentes perfis de pessoas pós-transplante. O destaque fica por conta das cicatrizes, que simbolizam a vitória daqueles que um dia correram sérios riscos de morte.

A exposição ficará na Arena até o dia 3 de outubro.

"O futebol é um meio excepcional para levar informações sobre doação de órgãos às pessoas. A Fiel sempre responde positivamente a toda causa humanitária. Está no DNA do Timão", sintetizou Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians.

Para reforçar a ação, criada pela agência Leo Burnett Tailor Made em parceria com o coletivo #JUNTOS, 11 personalidades corinthianas conduzirão pessoas transplantadas e familiares em uma volta olímpica no gramado da Arena durante o intervalo do jogo.

Doação de órgãos no Brasil

Números obtidos pelo mais recente relatório anual da ABTO apontam, no Brasil:

  • Mais de 30 mil pessoas na fila de espera por transplante;
  • Aumento de 3,5% nas doações de 2015 a 2016;
  • 14,6 pessoas são doadoras a cada um milhão da população;
  • 43% das famílias entrevistas não autorizam a doação de órgãos.

"A doação de órgão ainda é preocupante e relativamente pequena perto das reais necessidades do Brasil. A principal dificuldade para o aumento do número de doadores é, exatamente, o baixo nível de informação sobre o assunto. Ter as pessoas disseminando essa ideia através de uma das maiores e mais importantes torcidas do Brasil, como o Corinthians, nos ajuda significativamente a impactar, através de um ato tão simples, sobre a importância da doação de órgãos. Apostamos na adesão da sociedade para tornar essa espera por um órgão menos longa e dolorosa", afirmou Paulo Pêgo, presidente da ABTO.

Veja mais em: Arena Corinthians, Ações de marketing e Ações sociais do Corinthians.

Veja Mais:

  • Caio Campos, superintendente de marketing do clube e gestor da Neo Química Arena, criticou volta do público nos estádios

    Responsável pela Neo Química Arena sobre público reduzido nos estádios: 'Prejuízo será maior'

    ver detalhes
  • Corinthians acerta contratação de atacante Diogo Vitor

    Corinthians contrata atacante para o Sub-23 que ficou marcado por inúmeras polêmicas em clube rival

    ver detalhes
  • VÍDEO: Novo lateral-direito| 'Se o Brasileirão fosse uma cadeia alimentar...'

    ver detalhes
  • Corinthians Feminino volta a entrar em campo no próximo sábado

    Corinthians assume liderança isolada do Brasileirão Feminino após derrota de rival

    ver detalhes
  • Corinthians começa sua trajetória na Copa do Brasil em outubro

    Corinthians conhece adversário das oitavas de final da Copa do Brasil na próxima quinta-feira

    ver detalhes
  • Timão tem cometido muitos pênaltis no Brasileirão

    Mão na bola faz o Corinthians ter três pênaltis marcados contra si nos últimos quatro jogos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: