À espera de oportunidade no Corinthians, Danilo diz: 'Vou jogar ano que vem ainda'

49 mil visualizações 196 comentários

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni

Danilo recebeu placa nesta semana em homenagem aos 350 jogos pelo Corinthians

Danilo recebeu placa nesta semana em homenagem aos 350 jogos pelo Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com 39 anos de idade completados no último mês de junho e segundo jogador mais velho a entrar em campo com a camisa do Corinthians ao longo de toda a história, Danilo não vai se aposentar ao término de 2018. Quem avisou foi o próprio veterano, em entrevista concedida na zona mista do Mineirão após a derrota do Timão para o Cruzeiro nessa quarta-feira.

Leia também:
Quarteto do Corinthians-2018 pode igualar dupla campeã de tudo pelo clube
Danilo recebe homenagem do Corinthians antes de final da Copa do Brasil

Vinculado ao Corinthians até o fim da temporada, quando seu contrato expira, Danilo admitiu ainda não haver acordo por uma renovação. Ainda assim, ele avisou que seguirá jogando em 2019. As próximas semanas dirão se será no Corinthians ou não...

"Vou jogar ano que vem ainda. Até agora não tem nada definido. Creio que até o final do ano definimos, mas ano que vem ainda jogo", declarou o ídolo corinthiano.

Nesta que é sua nona temporada no Timão, Danilo disputou apenas um jogo como titular, além de ter entrado no decorrer de outras dez partidas. O meia vive a expectativa de ser utilizado por Jair Ventura na escalação alternativa do próximo sábado, contra o Santos.

"Esperando uma oportunidade. Acho que ele deve poupar alguns jogadores. Se ele optar por mim, é uma oportunidade que estou esperando", declarou. "Lógico (é especial). A gente que não vem jogando poder jogar um clássico desse. Oportunidade de ouro. Estamos bem preparados, treinando. Espero que ele possa optar por mim e eu possa jogar", concluiu.

E na Copa do Brasil?

Por mais que o clássico deste fim de semana seja válido pelo Campeonato Brasileiro, é inegável que o foco do Corinthians está na quarta-feira que vem, dia da finalíssima da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. Como perdeu o jogo de ida por 1 a 0, o Timão precisa de ao menos uma vitória por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis.

"Do mesmo jeito que eles ganharam aqui, podemos ganhar em casa. Somos muito fortes. Fazendo um gol já muda totalmente", argumentou Danilo.

No entendimento do experiente meia, que soma 350 jogos pelo Corinthians desde 2010, o problema da atuação alvinegra no Mineirão foi abdicar tanto da posse de bola.

"Acho que no primeiro tempo podíamos ter jogado mais, mas voltamos melhor. Acho que estava muito atrás e a equipe adversária acabou criando volume e o gol saiu no final. Mas no segundo tempo conseguimos sair mais com a bola. Acho que o nosso forte é o passe e sem a posse é difícil criar. Pelo que foi, eles perderam chances, acho que o 1 a 0 está muito bom para a gente", opinou o camisa 20.

Veja mais em: Danilo, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Diretoria do Corinthians e Corinthians x Santos.

Veja Mais:

  • Luan ainda não convenceu a torcida do Corinthians

    Tiago Nunes banca Luan como titular do Corinthians após ausência em estreia no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô durante duelo com Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians sucumbe no segundo tempo e perde de virada para Atlético-MG na estreia do Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô marcou o primeiro gol do Corinthians diante o Atlético Mineiro, pelo Brasileirão

    Jô fica com melhor avaliação em noite de médias baixas no Corinthians; lateral beira o zero

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira comemorou sua estreia pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Gabriel Pereira comemora estreia pelo time profissional do Corinthians: 'Um sonho de criança'

    ver detalhes
  • Arana e Michel Macedo no duelo entre Corinthians e Atlético Mineiro

    Torcida do Corinthians lamenta derrota no Brasileirão e destaca falta de opções entre os reservas

    ver detalhes
  • Trio foi chamado a entrar quando o placar já estava em 3 a 2 - aí já era tarde

    Análise: Corinthians não soube aproveitar vantagem, levou virada em Minas e podia ter sido goleado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: