Léo Jabá recorda estreia pelo Corinthians e dica inusitada de Tite

Léo Jabá recorda estreia pelo Corinthians e dica inusitada de Tite

Por Meu Timão

7.7 mil visualizações 23 comentários Comunicar erro

Jabá em ação em sua estreia pelo profissional do Corinthians, diante do ABC, em 2015

Jabá em ação em sua estreia pelo profissional do Corinthians, diante do ABC, em 2015

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Revelado pelo Corinthians e sensação do PAOK, da Grécia, Léo Jabá revelou uma história curiosa envolvendo ele e o técnico Tite. O fato específico ocorreu na noite de 22 de julho de 2015, pouco antes de o atacante, à época com 17 anos de idade (está com 20), fazer sua estreia pela equipe principal.

Em entrevista concedida ao portal Trivela, Jabá contou como recebeu a notícia de que seria levado por Tite para Natal-RN, onde o Corinthians disputaria um amistoso contra o ABC. O que mais chama atenção, porém, foi a orientação dada pelo técnico alvinegro instantes antes de o garoto deixar o banco de reservas: que fosse “para cima” de seu marcador apenas na segunda bola que recebesse.

“Lembro quando o Tite falou comigo, eu entrei no lugar do Mendoza. A primeira bola ele falou para eu tocar de lado, e a segunda, para eu ir para cima. E deu certo”, revelou Léo Jabá.

Jabá, então atleta do Sub-20, foi um dos nomes daquela vitória por 1 a 0, cujo gol foi de Rodriguinho. O atacante recebeu a segunda melhor avaliação dos leitores do Meu Timão (8,4), atrás apenas do goleiro Walter, titular no Frasqueirão.

Entre outros assuntos, Léo voltou a explicar os motivos que o fizeram trocar o Timão pelo Akhmat Grozny, clube da Chechênia que disputa o campeonato russo. Ele deixou o Parque São Jorge em meados de 2017, depois de somente 20 partidas como profissional com a camisa corinthiana (e um gol).

“No começo, eu estava jogando constantemente e, depois que eu fiz o meu primeiro gol, eu não joguei mais. Eu estava muito chateado por não poder jogar e não era com ninguém, eu só queria jogar. E eu confio muito nos meus empresários, na minha família”, justificou o brasileiro, que seria, no último mês de junho, vendido ao PAOK por 5 milhões de euros (cerca de R$ 21 milhões na cotação da época).

“Era uma mudança de clube, um país diferente, temperatura, tudo. Nos primeiros meses eu chorava, ligava para a minha mãe, com saudades. Mas eu gosto de desafios, eu tenho um espírito forte. Eu sabia que isso teria um retorno. Eu fiquei no top 5 da Rússia, era o mais jovem. Normalmente se fala que precisa de dois ou três anos para se adaptar e foi tudo bem”.

O início do ex-Corinthians na Grécia é digno de elogios: já são três gols marcados em 13 jogos. Recentemente, participou diretamente de quatro gols do PAOK em um único confronto da Liga Europa.

Jabá veste a camisa 98 em clube grego

Jabá veste a camisa 98 em clube grego

Divulgação/PAOK

Veja mais em: Léo Jabá, Ex-jogadores do Corinthians, Tite e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gustavo comemora seu gol contra o Avenida durante a vitória pela Copa do Brasil

    Gustavo confirma renovação com o Corinthians até 2022

    ver detalhes
  • Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

    Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Corinthians lança sua própria religião: Corinthianismo

    Que mandamento do Corinthianismo mais combina com você?

    ver detalhes
  • Quem para o homem?! - Gustagol comemora oitavo gol pelo Corinthians em 2019

    Atacantes do Corinthians empatam na eleição do craque da segunda fase da Copa BR; veja avaliações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes