Jair lamenta pouca efetividade do Corinthians e justifica Danilo na reserva

Jair lamenta pouca efetividade do Corinthians e justifica Danilo na reserva

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

4.5 mil visualizações 95 comentários Comunicar erro

Com Jair, Timão voltou a tropeçar em casa; mais de 36 mil compareceram à Arena

Com Jair, Timão voltou a tropeçar em casa; mais de 36 mil compareceram à Arena

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Jair Ventura explicou, em entrevista coletiva, os principais pontos em torno do empate do Corinthians por 0 a 0 com a Chapecoense, na noite deste domingo, na Arena Corinthians, pela 37ª rodada do Brasileiro. A começar pelo futebol burocrático de sua equipe, que voltou a desperdiçar pontos em casa na Série A.

Na visão de Jair, o desempenho aquém do Timão está diretamente relacionado ao poder de efetividade alvinegro, abaixo do ideal.

“Sobre o jogo, concordo com vocês (jornalistas), em termos de finalizações foi pouco. Teve o chute do Vital, a bicicleta do Pedrinho, que passou muito perto, um chute do Jadson. Tivemos 70% de posse de bola, mas com poucas finalizações”, começou Jair, que citou também a estrutura defensiva da Chapecoense.

“Não adianta ter o controle do jogo e ser pouco efetivo. Fomos poucos efetivos no jogo de hoje e sabemos disso. A Chapecoense veio com dez homens atrás da linha da bola, isso não é desculpa, você precisa dar um jeito de criar e fazer o gol”, admitiu o treinador.

Leia também:
Danilo é eleito o melhor corinthiano de empate; torcida contesta escolhas de Jair
Sheik evita clima de adeus ao Corinthians após último jogo: 'Vou estar perto'
Danilo se declara ao Corinthians e explica recusa a cargo de dirigente

Jair também justificou o fato de Danilo, que vinha sendo o “camisa 9”, voltar ao banco de reservas justamente em sua última partida na Arena Corinthians – o camisa 20 possui contrato apenas até dezembro e está de saída do Timão. Segundo o técnico, o veterano acabou preterido por Ángel Romero porque faria o sexto jogo consecutivo como titular, uma sequência dura para um atleta de 39 anos de idade.

“Sobre a mudança, não teve mudança de sistema, mantivemos o sistema 4-2-3-1. A saída do Danilo foi por conta de uma série de jogos, cinco jogos, desde 2012 não fazia uma sequência tão grande, jogador que tem uma idade avançada”, lembrou Jair.

“Para preservá-lo um pouco, entramos com Romero. Depois ele (Danilo) voltou à equipe. Faz um tempo que mantemos o sistema”, completou.

Outro assunto abordado por Jair antes de deixar a Arena foi a possibilidade de deixar o comando técnico da equipe. A diretoria do Timão já conversa com Fábio Carille. Veja aqui o que disse o atual treinador alvinegro!

O Corinthians se despede da temporada de 2018 no próximo domingo, diante do Grêmio, às 17h, em Porto Alegre.

Veja mais em: Jair Ventura, Campeonato Brasileiro, Arena Corinthians e Danilo.

Veja Mais:

  • Gustavo comemora seu gol contra o Avenida durante a vitória pela Copa do Brasil

    Gustavo confirma renovação com o Corinthians até 2022

    ver detalhes
  • Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

    Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Corinthians lança sua própria religião: Corinthianismo

    Que mandamento do Corinthianismo mais combina com você?

    ver detalhes
  • Quem para o homem?! - Gustagol comemora oitavo gol pelo Corinthians em 2019

    Atacantes do Corinthians empatam na eleição do craque da segunda fase da Copa BR; veja avaliações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes