Emerson Sheik, sobre ser dirigente do Corinthians: 'Preparado para acordar cedo e voltar tarde'

Emerson Sheik, sobre ser dirigente do Corinthians: 'Preparado para acordar cedo e voltar tarde'

31 mil visualizações 85 comentários Comunicar erro

Emerson Sheik concedeu diversas entrevistas em sua noite de despedida na Arena Corinthians

Emerson Sheik concedeu diversas entrevistas em sua noite de despedida na Arena Corinthians

Reprodução/TV

Poucos minutos após deixar o gramado da Arena Corinthians pela última vez como jogador de futebol, Emerson Sheik já concedia entrevista coletiva na sala de imprensa do estádio alvinegro. E falando sobre seu provável futuro como dirigente do Timão, já a partir de 2019.

Leia também: Cerveja, taça da Liberta e gritos contra palmeirenses: Emerson Sheik se despede com festa na Arena

A intenção de assumir um cargo na diretoria de futebol do Corinthians já para a próxima temporada foi confirmada na noite desta sexta-feira ainda antes do jogo festivo Sheik e Amigos contra a Fome. Mais tarde, o agora ex-atacante falou com mais detalhes sobre o assunto e mostrou comprometimento ímpar para seu novo desafio profissional.

"Você tinha que me conhecer. Eu estou muito preparado (para a vida pós-encerramento da carreira). Sou extremamente grato pelo carinho e respeito que as pessoas têm por mim. Isso é fruto de anos de trabalho, um trabalho coletivo, tem uma galera muito grande por trás. Estou preparado sim. Tem certas coisas que aprendi que não enchem meus olhos. Eu sei o amigo que me ama. Eu sei onde a oportunidade é melhor", declarou.

Emerson Sheik teve portas abertas na diretoria do Corinthians pelo presidente Andrés Sanchez. A tendência é o ídolo da Fiel curtir de um a dois meses de férias com a família e então iniciar sua entrada na diretoria. Ainda não se sabe qual cargo ele assumirá.

"Eu não vou viver o que fiz enquanto atleta, porque passou, se fecha um ciclo. Acabou. A partir do ano que vem, é um novo desafio. Desafio esse inclusive que eu acho que vai ser difícil pra caramba, porque a vida toda joguei futebol", comentou, antes de finalizar:

"Mas estou preparado para aprender, ouvir mais, ter mais paciência. E detalhe: acordar cedo e voltar tarde. Eu não sei o que é acordar cedo e fica o dia inteiro trabalhando, nossos treinos duravam duas, três horas. Mas estou feliz, certamente estou feliz."

Como jogador, Emerson Sheik deixa o Corinthians com 196 partidas disputadas, 28 gols marcados e seis títulos conquistados - o Campeonato Brasileiro de 2011, a Libertadores de 2012, o Mundial de Clubes de 2012, o Campeonato Paulista de 2013, a Recopa Sul-Americana de 2013 e ainda o Campeonato Paulista deste ano de 2018.

Veja mais em: Emerson Sheik, Arena Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians estreia no Brasileirão de 2019 contra o Bahia

    CBF divulga tabela, e Corinthians já sabe contra quem estreia no Brasileirão-2019

    ver detalhes
  • Léo Santos está perdendo espaço no elenco do Corinthians

    Corinthians pode emprestar Léo Santos ao Fluminense; clubes discutem pagamento de salário

    ver detalhes
  • Rosenberg é diretor de marketing do Corinthians desde fevereiro de 2018

    Rosenberg tenta explicar comentário sobre mulher com HIV; Corinthians divulga nota oficial

    ver detalhes
  • Corinthians de Cássio tentará octacampeonato brasileiro em 2019

    VAR, limite de inscritos e Supercopa do Brasil: mudanças confirmadas para o Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes