Tevez, Boca Jrs e recusa a rival brasileiro: as principais falas de Boselli no Corinthians

Tevez, Boca Jrs e recusa a rival brasileiro: as principais falas de Boselli no Corinthians

49 mil visualizações 222 comentários Comunicar erro

Boselli foi apresentado no Corinthians ao lado do diretor adjunto Jorge Kalil

Boselli foi apresentado no Corinthians ao lado do diretor adjunto Jorge Kalil

Lucas Faraldo / Meu Timão

O Corinthians apresentou à imprensa na manhã desta segunda-feira sua principal contratação para 2019: o centroavante Mauro Boselli, de 33 anos de idade. O argentino ex-León, do México, não perdeu a oportunidade de pronunciar, já em sua primeira oportunidade no CT Joaquim Grava, falas que certamente causarão impacto entre torcedores do Timão.

Leia também:
Boselli confirma ausência em amistoso contra o Santos por viagem ao México
Com camisa da sorte confirmada, Mauro Boselli é apresentado pelo Corinthians

Abaixo, o Meu Timão reúne algumas delas. É ou não é para ficar empolgado, Fiel?

Comparação com Boca Juniors

Mauro Boselli foi revelado pelo Boca Juniors. Entre categorias de base e equipe profissional, jogou dez anos na mais tradicional equipe da Argentina, pela qual foi campeão da Sul-Americana em 2004 e da Libertadores em 2007. Bastaram poucos dias sentindo a atmosfera do Corinthians para o centroavante já ficar à vontade para fazer a seguinte comparação:

"Para mim é um orgulho poder vestir essa camiseta, um clube da magnitude do Corinthians, como o Boca (...) Aqui passaram grandes jogadores do futebol brasileiro e mundial. Espero estar à altura dessa instituição e dar a vida em campo."

Admiração e inspiração por Tevez

Tido por muitos torcedores do Corinthians como um dos maiores ídolos da história do clube mesmo com passagem de apenas dois anos, Carlitos Tevez somou 46 gols em 78 jogos com a camisa alvinegra, além de conduzir a equipe ao tetracampeonato brasileiro de 2005.

Compatriota e também formado no Boca Juniors, Boselli está ciente da importância de Tevez na história corinthiana. E já projetou colocar seu nome neste mesmo nível de destaque:

"Vi muitas partidas do Tevez, jogamos juntos no Boca. O que ele fez aqui foi magnífico, espero fazer metade do que ele fez aqui no Corinthians (...) Tevez tem um estilo diferente, é um segundo atacante, eu sou mais finalizador. Vi alguns gols dele pelo Corinthians, sei o que construiu aqui, foi magnífico. Eu sei da magnitude do Corinthians, como argentino conhecemos bem. Espero ir bem como ele."

No Brasil, só Corinthians!

É de conhecimento público que, além de Corinthians, ao menos um outro clube brasileiro tentou a contratação de Boselli nas últimas semanas: o Grêmio, cujos torcedores aliás estão repercutindo a contratação por parte do Timão. Quem também falou sobre o assunto, ainda que sem "dar nome aos bois", foi justamente o centroavante:

"Não gosto de dar nomes, mas posso falar que quando apareceu o Corinthians não duvidei um minuto. Era um clube que eu gostaria de jogar. No primeiro dia disse ao presidente Andrés que gostaria de jogar no Corinthians e não me interessava por outro clube no Brasil. Por isso foi rápida a negociação, tinha claro que o clube que eu gostaria de jogar no Brasil era o Corinthians."

Veja mais em: Mauro Boselli.

Veja Mais:

  • Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

    Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Quem para o homem?! - Gustagol comemora oitavo gol pelo Corinthians em 2019

    Atacantes do Corinthians empatam na eleição do craque da segunda fase da Copa BR; veja avaliações

    ver detalhes
  • Avelar é dúvida para compromisso do fim de semana; Timão se reapresenta nesta quinta

    Avelar deixa Arena mancando e pode se tornar desfalque para Carille

    ver detalhes
  • Gustavo segue com moral com a torcida do Corinthians

    Quarteto nas graças de Fiel e alertas para Carille: torcida repercute vitória suada do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes