Aos 99 anos, Alberto Dualib pede para voltar a ser sócio do Corinthians; solicitação divide opiniões

Aos 99 anos, Alberto Dualib pede para voltar a ser sócio do Corinthians; solicitação divide opiniões

40 mil visualizações 521 comentários Comunicar erro

Imagem de Dualib quando tinha 96 anos; ex-presidente, agora, está com 99 anos

Imagem de Dualib quando tinha 96 anos; ex-presidente, agora, está com 99 anos

Reprodução/TV

Alberto Dualib quer voltar a ser sócio do Corinthians. A reportagem do Meu Timão apurou que, aos 99 anos, o ex-presidente fez a solicitação via carta ao atual mandatário Andrés Sanchez que, por sua vez, a repassou ao Conselho de Orientação (Cori) do clube. A decisão de conceder tal regalia, ainda sem uma data definitiva para ser votada, divide opiniões no Parque São Jorge.

Leia também:
Em 2013, Andrés Sanchez levou Alberto Dualib para conhecer a Arena Corinthians

Há sócios e conselheiros - predominantemente vitalícios -, que acreditam que aceitar tal pedido seria um gesto humanitário com uma pessoa que está perto de completar 100 anos, bastante debilitado de saúde, fez parte de momentos importantes e já está afastado do clube desde outubro de 2007.

Mas também há quem acredite que, devido à gravidade dos fatos que o fizeram pedir renúncia do cargo de presidente do Timão na época, Dualib não mereça voltar a ter o título de sócio do clube. Na época em que pediu afastamento da presidência, Dualib respondia a processo criminal por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. O vice-presidente Nesi Cury também decidiu se afastar em definitivo do Parque São Jorge naquela ocasião.

A renúncia de Dualib na época foi uma manobra politica. A reunião do Conselho Deliberativo que votaria o impeachment do dirigente, por exemplo, foi cancelada automaticamente. Porém, meses depois, já em meados de 2008, uma Comissão Processante foi criada para apurar responsabilidades dos dois dirigentes.

Após parecer dessa sindicância interna, o presidente do Conselho Deliberativo Carlos Senger, à época, assinou a ata do Cori que deferiu o "desligamento definitivo do quadro associativo, assim como o cancelamento dos respectivos títulos de sócios, deixando claro também que seus cargos no Conselho Deliberativo e no próprio Cori ficassem vagos".

No mesmo despacho, Senger diz que "futuros pedidos de readmissão dos associados retirantes sejam avaliados pela Diretoria Executiva (presidência), procedidos de parecer do Conselho de Orientação (Cori) e juízo de admissibilidade pelo Conselho Deliberativo".

E aí está um novo embate político no Parque São Jorge após o pedido de Dualib para voltar a ser sócio do clube. Há quem veja necessidade de apenas os membros do Cori decidirem se conceberão tal pedido. Há, porém, aqueles que analisam a necessidade de o parecer também ser do Conselho Deliberativo.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Parte da torcida quer permanência do atacante, enquanto outros preferem concretizar o adeus

    Torcida do Corinthians se divide em petições por permanência ou saída de Romero; entenda

    ver detalhes
  • Corinthians superou o Foz Cataratas na semifinal

    Corinthians enfrenta Carlos Barbosa na final da Copa do Mundo de Futsal Sub-20

    ver detalhes
  • Arena Corinthians passará por apagão em ação de marketing neste domingo

    Arena Corinthians sofrerá 'apagão' no Majestoso deste domingo; entenda

    ver detalhes
  • Alexandre Pato contra o Grêmio na noite da cavadinha que quase acabou em agressão

    Rival no domingo, Pato quase apanhou no vestiário do Corinthians; dois do atual elenco estavam lá

    ver detalhes

Comente a notícia: