Desempenho estagnado, duas derrotas e poucos destaques: o saldo da intertemporada do Corinthians

Desempenho estagnado, duas derrotas e poucos destaques: o saldo da intertemporada do Corinthians

15 mil visualizações 249 comentários Comunicar erro

Parada da Copa foi boa para Régis, mas Carille sai pressionado

Parada da Copa foi boa para Régis, mas Carille sai pressionado

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A derrota por 2 a 1 contra o Londrina, neste domingo, pôs fim à intertemporada do Corinthians. Durante a pausa para a Copa América, o time alvinegro disputou três amistosos. Além do embate em Maringá, perdeu para o Botafogo-SP e bateu o Vila Nova - as duas partidas também terminaram em 2 a 1.

Leia também:
Corinthians perde para o Londrina em último amistoso durante pausa da Copa América
Corinthians marca no fim e vence amistoso contra o Vila Nova
Como já 'avisado' por Carille, Corinthians é previsível e perde do Botafogo-SP em amistoso

Embora os resultados sejam um indicativo importante, o período irritou ainda mais os torcedores por outros fatores. O principal deles foi o desempenho da equipe, que evoluiu pouco ou nada em relação ao que vinha acontecendo no Campeonato Brasileiro.

Calendário apertado

Falando da importância do período sem compromissos oficiais há meses, o técnico Fábio Carille se decepcionou logo no início da pausa. Depois de dez dias de folga para o plantel, o treinador não pôde contar com algumas peças, por problemas físicos, afirmando ter "perdido uma semana", sobretudo pela ausência de Clayson e Everaldo.

Se já não bastassem os problemas, o Timão ainda marcou amistosos em três locais diferentes, perdendo dias de treino - foram três partidas disputadas em um intervalo de oito dias.

Mesmos problemas

No discurso de Carille, o setor ofensivo seria o grande foco da parada. Nos três embates da equipe alvinegra, porém, pouco se viu de novo. Contra o Vila Nova, por exemplo, o time titular finalizou uma única vez ao gol, após lançamento longo de Walter e falha da defesa adversária - que acabou em tento marcado por Vagner Love.

No último confronto, contra o Londrina, a equipe até ameaçou uma atuação mais interessante, mas as deficiências logo apareceram. Ao fim da partida, ficou a impressão de que as peças do ataque estavam todas fora da posição ideal - Clayson atuou por dentro, Pedrinho pela direita e Love pela esquerda.

Solução não teve tempo - e rendimento

A semana perdida de Carille se deu pela ausência de Clayson. Contar com o atacante centralizado parecia ser a principal ideia do comandante para a parada. Por deficiência muscular, porém, o camisa 25 só pôde atuar no último amistoso.

Por ser um primeiro teste, não há resultado definitivo, mas em 45 minutos a estratégia não funcionou. Com característica de drible, o jogador teve que buscar muitas bolas de costas para os marcadores, sendo facilmente parado - com faltas ou não.

Poucos destaques

Com o rendimento coletivo abaixo do esperado, as individualidades também não apareceram. Mesmo com o gol, Mauro Boselli mostrou pouco nas duas oportunidades entre os titulares. Pedrinho, que teve alguns minutos centralizado, também não teve boas atuações - embora tenha feito bom começo de jogo contra o Londrina. A zaga, que ainda não contou com Gil, sai mais criticada do período.

Quem merece maior destaque é o meia Régis. Pouco utilizado antes da pausa, o camisa 20 agarrou as chances e entrou bem, tanto pelo lado direito, quanto pelo meio. Participativo, marcou seus dois primeiros gols pelo clube.

Substituindo Cássio, Walter também voltou a agradar a Fiel, assim como Bruno Méndez, ainda improvisado na lateral direita. Entre os garotos, João Victor ganhou alguns elogios da torcida pela confiança com que saiu jogando. Estreante do período, Matheus Jesus oscilou.

Veja mais em: Amistosos do Corinthians e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Corinthians deve ter escalação mantida para jogo contra o Flamengo

    Carille esboça time para enfrentar o Flamengo em treino desta quarta; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Parte social do Corinthians tem pesado negativamente no orçamento do clube

    Levantamento destrincha situação financeira do Corinthians em 2018; veja principais pontos

    ver detalhes
  • Atacante guarda todas as lembranças de seu período no Timão

    Romero monta memorial de passagem pelo Corinthians em sua casa no Paraguai

    ver detalhes
  • Fábio Lefundes, auxiliar-técnico do Shandong Luneng, com Gil durante nevasca na China (Lucas Cerqueira, preparador de goleiros no meio)

    Lembrado por Gil, auxiliar do Shandong Luneng fala ao Meu Timão: 'O mais profissional que conheci'

    ver detalhes

Comente a notícia: