Andrés lamenta eliminação, evita polêmica com arbitragem e descarta comparações com 2011

16 mil visualizações 273 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa, Tomás Rosolino e Vitor Chicarolli, na Arena Corinthians

Andrés Sanchez falou com a imprensa após a eliminação do Corinthians na Arena

Andrés Sanchez falou com a imprensa após a eliminação do Corinthians na Arena

Danilo Fernandes/Meu Timão

O Corinthians levou um duro golpe na noite desta quarta-feira. Em casa, a equipe alvinegra bateu o Guaraní por 2 a 1, mas não conseguiu evitar a eliminação precoce na fase preliminar da Libertadores. Pelo tamanho do baque, então, Andrés Sanchez conversou com a imprensa após o apito final, na zona mista da Arena.

Ao falar do confronto, o mandatário destacou a boa partida da equipe comandada por Tiago Nunes e ressaltou o pouco tempo de trabalho para uma mudança tão brusca no estilo de jogo - o time de 2019, que não conseguiu a vaga na fase de grupos, também foi lembrado.

"Ano passado não conseguimos chegar entre os cinco e ficamos nessa situação. O time está mudando a metodologia de jogar, isso dificulta. Pouco tempo, poucos jogos, isso vai dificultando. Fizemos um grande jogo, mas, infelizmente, não conseguimos. Parabenizar a torcida que, mais uma vez, demonstrou o amor e paixão pelo Corinthians. Aplaudiu depois do jogo, só o corinthiano faz isso. Ainda teve a falta do Gil que não foi falta. O (árbitro) argentino, para variar, se confundiu na falta, o Gil nem encostou. Mas faz parte do futebol", pontuou, antes de descartar qualquer polêmica sobre a arbitragem.

"Eu vi o lance. O Pedrinho escorregou e fez a falta, o árbitro entendeu que era amarelo. No segundo lance ele foi dar uma bicicleta, estava de costas, mas o atleta chegou na frente dele. Pelo critério, o juiz deu o cartão. Não vou ficar reclamando do juiz porque vão ficar falando que estou chorando. De resto, fizemos uma grande partida, mas deixamos de ganhar o jogo", completou.

Leia também:
Love se desculpa com a torcida por eliminação e pede 'cabeça no lugar' para sequência de trabalho
Péssima arbitragem, zagueiro em alta e críticas a Tiago Nunes: Fiel repercute eliminação do Timão

Sem comparações

Essa, cabe destacar, é a segunda eliminação do Corinthians na Pré-Libertadores com Andrés Sanchez na presidência. Em 2011, ele optou por manter Tite, que empilhou taças nos anos seguintes - começando pelo Brasileirão daquela temporada. Apesar das semelhanças, ele evitou comparações, mas deu voto de confiança ao trabalho de Tiago Nunes.

"Falar sobre a semelhança do Tiago é absurda. É chato, é desagradável, é péssimo para nós. Está mudando o jeito de jogar, isso leva tempo. Vamos fazer grandes jogos, como fizemos hoje, e vamos fazer péssimos jogos até o time estiver bem. Está muito bom (o início de trabalho), excelente. Infelizmente o resultado não veio na Pré-Libertadores, mas está muito bom", afirmou.

"Estamos com um mês e meio de trabalho, não tem como mudar o elenco. Estamos sempre abertos para novas contratações. Mas, como eu digo, futebol brasileiro está muito caro, uma loucura. Vocês estão vendo times grandes atrasando pagamentos. Outros clubes vão atrasar. Perdemos um pouco a mão. Eu trouxe o Yony do Benfica, achando que ele ganhava uma fortuna, mas ele está entre os que ganham menos no Corinthians. É difícil, estamos perdendo um pouco a mão, todos têm que ter consciência disso. O planejamento continua, tem o lado ruim de sair da Libertadores, mas o lado bom de que vai ter mais tempo para treinar. Se perder esse jogo acabar o ano, vamos embora todo mundo. Não existe isso. Todos tristes, mas faz parte do futebol infelizmente"

Sem tempo para lamentar, o Corinthians agora volta suas atenções para o Paulistão. No sábado, a equipe tem clássico contra o São Paulo para tentar se recuperar da queda na Libertadores e da derrota para a Inter de Limeira, na última rodada.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Manoel, Urso, Sornoza e Clayson deixaram o Corinthians em 2020

    Corinthians corta mais de R$ 5 milhões com saídas e enxuga folha salarial em 2020

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel convoca torcedores do Corinthians para protesto no CT Joaquim Grava nesta quarta-feira

    Gaviões da Fiel convoca protesto no CT por momento ruim do Corinthians na temporada; veja detalhes

    ver detalhes
  • Volante Éderson participou pela primeira vez da atividade no CT Joaquim Grava

    Com a presença de Éderson, Corinthians inicia preparação para duelo contra o Santo André

    ver detalhes
  • Corinthians volta a campo na quarta-feira, contra o Santo André

    Duelo contra o Santo André, clássico no feminino e rodada no NBB marcam a semana do Corinthians

    ver detalhes
  • Segunda Chance

    [Marco Bello] Segunda chance

    ver detalhes
  • Boselli já balançou a rede cinco vezes no ano e tem tido ao menos uma chance por jogo

    Boselli reflete sobre 'incerteza' em meta de gols no Corinthians, mas mantém confiança

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: