Presidente do Conselho do Corinthians sobre a ameaça de Andrés: 'Seria mais m... no ventilador'

12 mil visualizações 89 comentários Comunicar erro

Deputado federal, Antonio Goulart venceu a eleição para a presidência do Conselho Deliberativo do Corinthians em fevereiro de 2018

Deputado federal, Antonio Goulart venceu a eleição para a presidência do Conselho Deliberativo do Corinthians em fevereiro de 2018

Reprodução/Internet

O presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians, Antonio Goulart, demonstrou surpresa com a declaração de Andrés Sanchez. O mandatário do clube garantiu que, se as contas de 2019 forem reprovadas pelos conselheiros na próxima reunião, ele pedirá antecipação das eleições marcadas para novembro.

"Na realidade eu fiquei bastante surpreso, não imaginava que ele pudesse falar isso. O clube já está cheio de problemas, seria mais m... no ventilador. Acredito que essa antecipação seria mais um problema a ser resolvido, não podemos criar mais um", afirmou Goulart, em entrevista exclusiva ao Meu Timão.

"Eu ainda não tive a chance de conversar com ele (Andrés), mas penso que a hora é de tranquilidade. O Andrés vai repensar isso, conversar com seus dois vices (Edna Murad e Alexandre Husni) e ver que uma situação como essa não seria boa para o clube", completou.

Leia também:
Venda de Pedrinho ao Benfica se transforma na maior da história do Corinthians
Corinthians anuncia venda de Pedrinho; Benfica confirma valores

Antonio Goulart ainda não convocou a próxima reunião do Conselho Deliberativo, mas a tendência é de que aconteça próxima ao final do mês de abril. Será nesse encontro que haverá a apreciação do balanço financeiro do Corinthians de 2019.

"Estou torcendo para que sejam apresentados números que ganhem a aprovação dos conselheiros. Sempre há questionamentos antes da votação, é normal isso. Acho que o calor (nos bastidores) está maior por conta de ser um ano de eleição", lembrou Goulart, que ainda finalizou:

"De qualquer forma, estaremos prontos para resolver tudo que pintar", avisou.

Pelo estatuto do clube, Antonio Goulart não tem o poder de convocar eleições ordinárias, como é uma Assembléia Geral de Sócios para definir o próximo presidente. Mas pode convocar eleições extraordinárias, o que abre uma brecha para um pleito antecipado com base nisso.

Deputado federal, Antonio Goulart venceu a eleição para a presidência do Conselho Deliberativo do Corinthians em fevereiro de 2018. Candidato apoiado pela situação, em composição feita por Andrés Sanchez com Paulo Garcia, ele derrotou o também unificado nome da oposição, Thales de Oliveira, por 175 votos a 102, além de quatro nulos e um em branco.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez, Parque São Jorge e Eleições no Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians campeão de 2018 num filme de 2 minutos e 18 segundos

    VÍDEO: Corinthians campeão de 2018 num filme de 2 minutos e 18 segundos

    ver detalhes
  • Romero tirou a selfie do título paulista de 2018 no Allianz Parque

    Recordar é viver: há dois anos, Corinthians fazia história e ganhava 'Paulistinha' sobre Palmeiras

    ver detalhes
  • De Chicão a Felipe: como um elenko do Corinthians virou balcão de negócios

    [Lucas Faraldo] De Chicão a Felipe: como um elenko do Corinthians virou balcão de negócios

    ver detalhes
  • MP-SP triplica valor cobrado do Corinthians por acordo não cumprido após oito anos

    Em nota oficial, Corinthians cita excesso de burocracia e contesta valores cobrados por MP-SP

    ver detalhes
  • Proposta do Palmeiras e 'não' do Corinthians em 2015: Chicão abre o jogo ao Meu Timão

    VÍDEO: Proposta do Palmeiras e 'não' do Corinthians em 2015: Chicão abre o jogo ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Boselli agradeceu importante apoio da torcida do Corinthians

    Boselli destaca adaptação da família ao Brasil e agradece torcida do Corinthians: 'Muito importante'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: