Corinthians é condenado na Justiça do Trabalho em ação movida por Tcheco; saiba detalhes

33 mil visualizações 408 comentários

Tcheco chegou em 2010 para ser o líder da equipe de Mano Menezes no ano do Centenário (2010), mas não conseguiu ser nem titular. Foram apenas 26 jogos e nenhum gol

Tcheco chegou em 2010 para ser o líder da equipe de Mano Menezes no ano do Centenário (2010), mas não conseguiu ser nem titular. Foram apenas 26 jogos e nenhum gol

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians foi condenado na Justiça do Trabalho a pagar Tcheco, meia que permaneceu sob contrato entre os anos de 2010 e 2012, mas atuou pelo clube apenas na primeira temporada, sendo emprestado nas demais.

Iniciado em maio de 2012, o processo na 67ª Vara do Trabalho de São Paulo já está em fase de cálculos de liquidação. Os advogados do ex-jogador apontaram um valor de ressarcimento de R$ 919.537,43.

O jurídico do clube, por sua vez, alega que a base de cálculo do reclamante não foi a ideal e o valor correto é de R$ 238.243,57. O juiz, agora, solicitará que um perito judicial faça as contas necessárias e derradeiras, definindo o valor a ser desembolsado pelo Corinthians.

Tcheco teve julgado procedente seu pedido referente ao Direito de Arena, que é um percentual dos valor das cotas de TV que precisa ser repassado aos atletas. Na época que o meia atuou pelo Corinthians, a lei garantia 20% dessa receita, mas os clubes nunca aceitaram esse percentual e repassavam apenas 5%.

O ex-jogador obteve vitória sobre a diferença de 15%, além de vários reflexos de natureza salarial (13º salário, férias, DSRs e FGTS). Tudo acrescido de juros e multas. Neste momento, já com a lei alterada há alguns anos, o repasse é mesmo de 5%.

Pelo Corinthians, o meia atuou apenas em 26 jogos e não marcou nenhum gol. Tcheco, neste momento, é treinador de futebol. Seu último clube foi o Rio Branco, do Paraná.

Mais do mesmo

O processo de Tcheco é mais um de natureza trabalhista sofrido pelo Corinthians. Como já mostrou o Meu Timão, o clube neste momento tem quase 180 ações em andamento, entre elas, alguns ex-jogadores como Paulo Roberto, Jonathas, Paulo André, Chicão, Jucilei, Marcelo Mattos, Magrão, Clodoaldo, Diogo Rincón, Giovanni Augusto, Bill, Ibson, Manoel e William.

Isso sem falar em ex-funcionários do departamento de futebol, como o fisioterapeuta Julio Suman. o preparador de goleiros Mauri Lima e o fisiologista Daniel Portella, além do feminino com Karina Balestra e atletas de outros esportes. Até o ex-controller de Alberto Dualib, Marcos Roberto Fernandes, obteve vitória na Justiça do Trabalho.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Processos do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Partida entre Coritiba e Corinthians tem duas opções de transmissão

    Confronto entre Corinthians e Coritiba será exibido em TV aberta e fechada; veja como assistir

    ver detalhes
  • Ao vivo: Meu Timão entrevista Duílio Monteiro Alves, candidato à presidência do Corinthians

    VÍDEO: Meu Timão entrevista Duílio Monteiro Alves, candidato à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Fábio Santos vibrou com retorno ao Corinthians após cinco anos

    Fábio Santos diz que pensava em voltar desde que deixou o Corinthians: 'Por mim nem tinha saído'

    ver detalhes
  • Corinthians busca uma vitória importante em Curitiba

    Corinthians visita o Coritiba em duelo decisivo para se afastar do Z4; veja tudo sobre a partida

    ver detalhes
  • Corinthians tenta ampliar vantagem na liderança do Brasileirão Sub-20

    Corinthians visita Botafogo para manter liderança no Brasileirão Sub-20; saiba tudo

    ver detalhes
  • Thiaguinho retorna ao Corinthians após passagem pelo CRB

    Empréstimo chega ao fim e Thiaguinho retorna ao Corinthians após passagem pelo CRB: 'Quero ajudar'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: