Corinthians é condenado em ação de ex-controller de Dualib; advogado pede bloqueio do naming rights

26 mil visualizações 402 comentários

Corinthians vem sendo alvo de inúmeros processos trabalhistas; condenação na ação de ex-controller é mais uma dor de cabeça

Corinthians vem sendo alvo de inúmeros processos trabalhistas; condenação na ação de ex-controller é mais uma dor de cabeça

Reprodução/Internet

Após quase 12 anos e inúmeros recursos de ambos os lados, o Corinthians foi condenado na Justiça do Trabalho a indenizar Marcos Roberto Fernandes, que trabalhou na função de controller do clube entre agosto de 2000 e março de 2007 - foi também gerente financeiro nos últimos nove meses de vínculo.

O Meu Timão teve acesso ao processo que tramitou na 62ª Vara do Trabalho de São Paulo. O valor definido da condenação é de R$ 1.305.665,41. Os advogados do ex-funcionário de Alberto Dualib, agora, pedem a execução do valor por meio de penhora do acordo de patrocínio com a Hypera Pharma, que adquiriu o naming rights da Arena por R$ 15 milhões/ano). O juiz ainda não se manifestou.

Marcos Roberto Fernandes fez diversos pedidos de natureza trabalhista, como acúmulo de função, horas extras, horas extras sobre aviso (sábado e domingo), diferença sobre verbas rescisórias, descanso semanal remunerado, além de multas, juros e correções monetárias. Tudo com seus respectivos reflexos (13° salário, INSS, férias acrescidas de 1/3, diferença de FGTS, etc).

Alberto Dualib era o presidente do Corinthians durante toda a trajetória de Marcos Roberto Fernandes como controller do clube (entre agosto de 2000 e março de 2007)

Alberto Dualib era o presidente do Corinthians durante toda a trajetória de Marcos Roberto Fernandes como controller do clube (entre agosto de 2000 e março de 2007)

Reprodução/TV

O ex-funcionário ainda pediu indenização por danos morais por ter sido incluído na investigação do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) no início dos anos 2010, que resultou na condenação por estelionato de Dualib, ex-presidente, Nesi Curi, ex-diretor, e outras três pessoas (Marcos Roberto incluído). Na petição, o ex-controller alega que "não tinha autonomia nas função porque os superiores hierárquicos levavam o clube na mão de ferro".

Também fez parte do pedido de indenização por danos morais o fato de, na época, a Polícia Civil ter descoberto câmeras escondidas nas salas internas do setor administrativo do Parque São Jorge, colocadas a mando de Dualib, sem consentimento dos funcionários. Entre eles, o ex-controller.

Nem todos os pedidos acima foram acatados pela Justiça. Mesmo assim, após inúmeros recursos dos dois lados, a condenação do clube ficou em sete dígitos.

Mais um

O processo de Marcos Roberto Fernandes é mais um de natureza trabalhista sofrido pelo Corinthians. Como já mostrou o Meu Timão, o clube neste momento tem quase 180 ações em andamento, entre elas, alguns ex-jogadores como Paulo Roberto, Jonathas, Paulo André, Chicão, Jucilei, Marcelo Mattos, Magrão, Clodoaldo, Diogo Rincón, Giovanni Augusto, Bill, Ibson e Manoel.

Isso sem falar em ex-funcionários do departamento de futebol, como o fisioterapeuta Julio Suman. o preparador de goleiros Mauri Lima e o fisiologista Daniel Portella, além do feminino com Karina Balestra e atletas de outros esportes.

Veja mais em: Processos do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians vai enfrentar o Fortaleza com casa cheia no sábado à tarde

    Corinthians conhece datas e horários dos jogos do Brasileiro até a rodada 34 do torneio

    ver detalhes
  • Renato Augusto "estreou" na função com Sylvinho no segundo tempo da partida

    Renato Augusto é o 12º jogador usado como centroavante pelo Corinthians em um ano e meio

    ver detalhes
  • Sub-17 e Sub-15 do Corinthians iniciam segunda fase do Paulistão 2021 no sábado, ambos contra a Ponte Preta

    Corinthians conhece grupos e tabela da segunda fase do Paulista Sub-15 e Sub-17

    ver detalhes
  • Volante Gabriel está liberado para defender o Corinthians

    Gabriel recebe só advertência no STJD e está liberado para atuar no Corinthians

    ver detalhes
  • Kauê Souza foi emprestado ao Marcílio Dias até o final do ano

    Corinthians acerta empréstimo de volante do Sub-23 ao Marcílio Dias

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira foi mais uma vez destaque em uma partida do Corinthians

    Gabriel Pereira dá primeira assistência na temporada e aumenta 'preço' no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x