O que é mais importante: pontuar ou aperfeiçoar?

Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Vive Corinthians 24 horas por dia.

ver detalhes

O que é mais importante: pontuar ou aperfeiçoar?

Coluna da Mayara Munhoz

Opinião de Mayara Munhoz

3.9 mil visualizações 85 comentários Comunicar erro

O que é mais importante: pontuar ou aperfeiçoar?

Carille pode usar esse período antes da Copa América para testar peças no Corinthians

Foto: Rodrigo Gazzanel /Agência Corinthians

O começo de temporada deveria ser utilizado pelo Corinthians para fazer testes e encontrar o time ideal para o decorrer do ano. Com mata-matas em Copa do Brasil e Sul-Americana tão cedo, fica complicado para Carille (e qualquer outro time) se arriscar muito em testes.

Sendo assim, o início do Brasileirão acaba sendo uma possibilidade melhor de aplicar mudanças e variações no elenco.

Apesar de não estar exibindo um futebol maravilhoso, o Corinthians já fez tudo que tinha para fazer em 2019: conquistou o Paulistão e está vivo em todas as competições que disputa.

Agora, tem mais um período até a parada da Copa América. O que eu faria se fosse Carille?

Usaria ao máximo esses jogos antes do meio do ano para testar todas as peças pouco ou nada utilizadas até agora. Régis, por exemplo, ainda não estreou. O meia é uma boa possibilidade para o setor que tem enfrentado mais problemas nos últimos jogos do Timão - marcou nesta segunda de manhã no jogo-treino contra o Sub-23.

O que o treinador fez com Janderson contra a Chapecoense pode (e deve) ser feito com outros jogadores, tanto da base quanto os menos utilizados. É necessário ver como o atleta reage dentro de campo e diante da torcida, principalmente dentro da Arena Corinthians. Apenas o treino não é suficiente.

Talvez essa ideia faça com que a equipe deixe de pontuar em alguns jogos nesse início de campeonato. Mas pode ajudar Carille a encontrar o time ideal que possa conseguir unir as conquistas ao bom futebol dentro de campo.

Acredito que não basta ter apenas 11 titulares bons e entrosados dentro de campo. É preciso ter um elenco bem completo para não sofrer nas horas de necessidade, como em casos de lesões ou sequências pesadas de jogo. E com o Corinthians em três competições ao mesmo tempo, maratonas não vão faltar, né?

Portanto, aproveitar esse período para esses testes seria uma boa. Aí, com os jogadores devidamente testados, o professor terá a parada da Copa América para treinar e estruturar um Corinthians muito melhor. A parada tem que ser usada para aprimorar e não para reformular. O time não pode voltar para testar o que foi feito no período sem jogos. O time tem que voltar pronto para demonstrar um futebol muito melhor no segundo semestre.

Acredito que será assim que o Corinthians conseguirá garantir mais de um título em 2019.

E você, torcedor, o que prefere?

Veja mais em: Fábio Carille e Elenco do Corinthians.

Coluna da Mayara Munhoz

Por Mayara Munhoz

Editora do Meu Timão. Acompanha tudo que acontece no Corinthians, 24 horas por dia, há mais de dois anos e meio. Escreve mais com o coração do que com a razão.

O que você achou do post da Mayara Munhoz?