Venha fazer parte da KTO
x

Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians - Brasileirão 2023

Brasileirão 2023 - Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians

Partida de futebol entre Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians nBrasileirão 2023

https://www.meutimao.com.br/jogo/7654/brasileirao_2023/red_bull_bragantino-1-x-0-corinthians

02:00

2023-11-05T16:00:00

Nabi Abi

Endereço: R. Emílio Colella, Bragança Paulista, SP, Brasil

Red Bull Bragantino 1 X 0 Corinthians

Brasileirão 2023
05 de novembro de 2023, 16:00
Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians
Nabi Abi, Bragança Paulista, SP.
Duelo 61 de 61 confrontos

Sobre a Partida

Corinthians faz primeiro tempo ruim e perde para o Red Bull Bragantino fora de casa no Brasileirão

O Corinthians voltou a perder no Brasileirão. Em duelo pela 32ª rodada, a equipe alvinegra foi derrotada por 1 a 0 para o Red Bull Bragantino na tarde deste domingo, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Helinho, no primeiro tempo, foi o autor do único gol do confronto.

Os comandados de Mano Menezes foram dominados no primeiro tempo. O Corinthians até segurou bem a pressão do Bragantino nos primeiros 20 minutos, mas Helinho abriu o placar aos 28 em chute no ângulo de fora da área. Após o gol, o clube alvinegro seguia com dificuldades no ataque e na defesa e por pouco não foi para o intervalo perdendo por mais de um gol de diferença.

A primeira metade da segunda etapa foi de controle dos oponentes, mas o Corinthians conseguiu equilibrar o confronto após alterações no decorrer do duelo. A equipe de Mano Menezes cresceu na reta final do duelo, mas não o suficiente para empatar a partida e acabou derrotado por 1 a 0.

Anota aí, Fiel! - O Corinthians volta a entrar em campo pelo Brasileirão na próxima quinta-feira, quando enfrentará o Atlético-MG, às 19h, na Neo Química Arena, pela 33ª rodada.

Escalação

O técnico Mano Menezes promoveu mudanças no time titular do Corinthians. Renato Augusto e Lucas Veríssimo iniciaram o confronto diante do Bragantino no banco de reservas por risco de lesão. Na vaga deles, entraram Matías Rojas e Bruno Méndez.

Dessa maneira, o Corinthians foi escalado com: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Fausto Vera, Maycon, Giuliano e Rojas; Romero e Yuri Alberto.

A escalação do Corinthians contra o Bragantino pela 32ª rodada do Brasileirão

A escalação do Corinthians contra o Bragantino pela 32ª rodada do Brasileirão

Meu Timão

As opções no banco do Corinthians foram: Carlos Miguel; Rafael Ramos, Renato Augusto, Caetano, Gustavo Silva, Matheus Bidu, Pedro, Roni, Matheus Araújo, Ruan Oliveira, Felipe Augusto e Gabriel Moscardo.

O Bragantino, do técnico Pedro Caixinha, foi escalado dessa maneira: Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Realpe, Léo Ortiz e Juninho Capixaba; Jadsom, Lucas Evangelista e Matheus Fernandes; Helinho, Henry Mosquera e Eduardo Sasha.

O jogo

Primeiro tempo

Com mudanças no time titular e jogando fora de casa, o Corinthians tentou surpreender o Bragantino logos nos primeiros segundos da partida. Giuliano recebeu passe no meio e arriscou um chute de média distância. A finalização passou sem perigo por cima do gol de Cleiton.

A resposta do Bragantino ocorreu aos dois minutos. Lucas Evangelista recebeu passe na grande, tentou driblar Bruno Méndez e caiu. O meia pediu pênalti, mas o árbitro entendeu como jogada normal.

Já a primeira finalização do Bragantino ocorreu aos sete minutos, também de fora da área. Sasha recebeu passe no meio e tocou para Helinho de primeira. O camisa 11 do adversário teve espaço para arriscar o chute, mas não teve precisão para acertar o gol de Cássio.

O goleiro do Timão, no entanto, teve de sujar o uniforme aos nove minutos. Juninho Capixaba teve espaço no lado direito da defesa do Corinthians e cruzou na grande área, onde estava Eduardo Sasha. O atacante venceu a disputa com Bruno Méndez pelo alto e testou firme para o gol, mas Cássio fez a ponte e agarrou a cabeçada.

Os primeiros segundos do jogo mostraram o Corinthians mais em cima do Bragantino. No entanto, o terço inicial da primeira etapa foi de pressão dos mandantes sobre o clube do Parque São Jorge.

Aos 11 minutos, nova boa chance para o Bragantino. Helinho cobrou falta na entrada da grande área e a bola desviou em Giuliano, que estava na barreira, e passou próximo à trave direita de Cássio.

O time de Mano Menezes superou os 15 minutos de pressão do Bragantino e voltou a chegar ao ataque. Aos 16, Yuri Alberto recebeu passe no setor direito do meio-campo e teve liberdade para conduzir até a grande área. O camisa 9 tentou tocar para Romero no lado oposto, mas a marcação bloqueou o toque e a bola voltou para o atacante alvinegro, que tentou emendar um chute forte de pé esquerdo, acertando novamente o defensor rival.

As tentativas de ataque do Corinthians permitiam ao Bragantino explorar os contra-ataques em velocidade, e foi assim que o time da casa quase abriu o placar aos 22 minutos. Lucas Evangelista passou pela marcação no lado esquerdo da defesa alvinegra e inverteu o jogo para Mosquera. O atacante passou por Fagner e penetrou na grande área para chutar ao gol. A bola, no entanto, apenas balançou as redes do lado de fora das traves de Cássio.

A marcação do Corinthians tinha dificuldades de segurar os jogadores do Bragantino entre a linha de defesa e de meio-campo, que exploravam espaços para arriscar finalizações de média e longa distância. Quando a defesa não bloqueava os chutes, Cássio mantinha o zero no placar.

No entanto, o goleiro não conseguiu impedir o gol de Helinho aos 28 minutos. O camisa 11 do Bragantino cobrou um escanteio curto e recebeu de volta. Ele adiantou a bola, chegou antes de Fábio Santos e acertou um chute de primeira com o pé esquerdo no ângulo de Cássio, que se esticou todo e mesmo assim não evitou o primeiro gol dos mandantes no confronto.

Com dificuldades já antes de sofrer o gol, o Corinthians não melhorou em campo e seguiu vendo o Bragantino dominar a partida. O clube alvinegro até teve uma finalização de Rojas aos 32 minutos em cobrança de falta, mas a resposta era insuficiente pela intensidade dos comandados de Pedro Caixinha.

Helinho incomodava o lado esquerdo da defesa do Corinthians constantemente e por pouco o atacante não ampliou o placar aos 36 minutos. Em nova jogada na entrada da grande área, o camisa 11 chutou forte de pé esquerdo e quase repetiu o lance do gol, só que dessa vez a bola passou raspando o travessão de Cássio.

A defesa do Corinthians era facilmente envolvida e mais uma vez contou com a sorte para não sofrer o segundo gol ainda no primeiro tempo. Helinho, novamente, recebeu passe e Fábio Santos tentou fazer o encaixe. O atacante, no entanto, tocou de primeira para outro companheiro livre, que cruzou na medida para Eduardo Sasha. O atacante estava livre na grande área e arriscou um voleio, que passou por cima do gol.

Dos 40 minutos em diante, o Bragantino reduziu a rotação no ataque, mas se manteve a forte marcação. O Corinthians não evoluiu nenhuma jogada ofensiva e teve erros técnicos, facilitando a vida da defesa adversária, que não se esforçou para anular as investidas alvinegras e o primeiro tempo terminou em 1 a 0 para os mandantes.

Segundo tempo

Insatisfeito com o que viu no primeiro tempo, Mano Menezes promoveu duas mudanças para a segunda etapa. Rojas e Yuri Alberto saíram de campo para as entradas de Pedro e Felipe Augusto.

O Corinthians tentava ocupar o campo de ataque e buscar o empate, mas não achava espaços na defesa do Bragantino, que teve a primeira grande chance da etapa final. Fausto Vera errou passe de cabeça no meio-campo e deu a bola no pé de Matheus Fernandes. O meia deu enfiada de bola para Mosquera, que ficou de frente com Cássio. O camisa 12 fechou o ângulo do adversário, foi driblado duas vezes, mas atrasou a jogada de ataque, que resultou em escanteio para o adversário.

As alterações do Corinthians tiveram pouco efeito prático nos primeiros minutos do segundo tempo e o Bragantino seguia ditando o controle do jogo. Em nova chegada de Helinho pelo lado direito, o atacante fez cruzamento para a área e Fagner estava atento para cortar a bola para escanteio.

Com o ataque inofensivo do Corinthians, Mano Menezes sacou o volante Fausto Vera para colocar Renato Augusto em campo aos 15 minutos. E logo na primeira ação do camisa 8, o Corinthians quase chegou ao empate. Ele aproveitou o rebote em cobrança de falta e finalizou de pé esquerdo fora da área no ângulo, mas Cleiton fez a intervenção e a bola saiu para escanteio.

Ainda nos pés do camisa 8, o Corinthians teve outra boa chance dois minutos depois. Ele cobrou escanteio aberto na grande área e Gil apareceu para desviar de cabeça, mas a bola foi fraca e Cleiton segurou fácil.

A leve melhora do Corinthians em campo não anulava o perigo que o Bragantino trazia. Em erro no campo de defesa, Helinho viu Thiago Borbas livre no lado direito da grande área e acionou o companheiro, que chutou forte para o gol e Cássio fez a defesa em dois tempos.

Romero desperdiçou um ataque aos 22 minutos e logo após o lance deixou o campo para a entrada de Gustavo Silva, que passou a ocupar o lado direito do sistema ofensivo, enquanto Pedro preencheu o setor esquerdo.

Aos 29 minutos, Felipe Augusto preocupou a comissão técnica do Corinthians após dividida com um jogador do Bragantino. O atacante caiu no campo e deslocou o ombro. Mesmo com dores, o atacante voltou a campo após atendimento da equipe médica corinthiana no estádio.

O atacante logo foi incomodar os zagueiros do Bragantino na grande área e por pouco não concluiu a gol uma jogada individual de Gustavo Silva. O ponta-direita passou pela marcação e levantou a bola buscando o companheiro, que perdeu na dividida contra a marcação.

Aos poucos, o Corinthians crescia no terço final do segundo tempo e quase chegou ao empate em duas oportunidades. Na primeira, Maycon recebeu passe na esquerda e penetrou na grande área para finalizar, mas Cleiton impediu o gol. Na outra chance, o camisa 7 cobrou escanteio e Gil subiu mais alto que a marcação para desviar de cabeça, mas a bola passou raspando a trave esquerda do goleiro do Bragantino.

O Corinthians partiu para o abafa no final da partida, mas o Bragantino segurava todas as investidas do clube alvinegro e busca explorar os contra-ataques, mas também sem êxito, e a partida terminou em derrota corinthiana por 1 a 0 no Nabi Abi Chedid.

Ficha técnica de Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista, SP
Data: 05 de novembro de 2023 (domingo)
Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Neuza Inês Back e Leandro Matos Feitosa
Árbitro de vídeo: Daiane Caroline Muniz dos Santos
Gol: Helinho (Red Bull Bragantino)
Cartões amarelos: Helinho (Red Bull Bragantino); Fagner e Gustavo Silva (Corinthians)
Público: 10.631 pagantes (público total: 10.797)
Renda: R$ 467.335,00

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Andrés Hurtado, Léo Realpe, Léo Ortiz, Juninho Capixaba (Raul), Jadsom (Luan Cândido), Lucas Evangelista, Matheus Fernandes, Helinho (Talisson), Eduardo Sasha (Thiago Borbas) e Henry Mosquera (Vitinho).
Técnico: Pedro Caixinha

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Bruno Méndez, Fábio Santos, Fausto (Renato Augusto), Maycon, Giuliano, Matías Rojas (Pedro), Romero (Gustavo Silva) e Yuri Alberto (Felipe Augusto).
Técnico: Mano Menezes

Notas dadas aos personagens da partida

Titulares

Reservas

Treinador

Árbitro

Comente a partida: Red Bull Bragantino 1 x 0 Corinthians

  • Comentários mais curtidos

    Otero
    Foto do perfil de Otero

    Ranking: 1051º

    Otero 1792 comentários

    @otero.silvares em

    Um time de amputados e cegos jogaria mais que este time.

  • Kaique
    Foto do perfil de Kaique

    Kaique 53 comentários

    @kaique-pereira-da-si em

    Bruno Mendes só erra mds, fausto errou tds passes mosquito entrou morto slc

  • Publicidade

  • Últimos comentários

    SEAHUNT
    Foto do perfil de SEAHUNT

    Ranking: 1175º

    Seahunt 1630 comentários

    3162º. @wwwseahunt em

    Percebo a vontade em alguns raros jogos que assisto de outras agremiações. A minha vergonha só cresce. Você olha a falta de apetite da grande maioria de nossos jogadores é desanimadora. Ali, parecem que estão indo pra forca. Olhem o Veras? Alguém diria que um treco desse tem algum sangue na veia, tem alguma ambição? O tal do Rojas? Nem dá pra falar nada pois é um nada até então. A velharada, os podres vai lá! Nem são culpados pois se arrastam graças a belos trabalhos dessa diretoria #$!@%. E o tal de Pedro, Biro só rindo! Se isso é o melhor, o que é pior? Que tem coisa podre, tem! Agora, a coitada da verdadeira torcida (não aquelas pagas), (não aquela que vota em troca de um docinho), (não aquela do rabo no sofá), essa sim vai ter de dar jeito em tudo isso! Parece que é a única forma. Chega dessa vergonha com o maior potencial, quiça Americano. Acho que já deu! Chega desses patrocínios pífios e vergonhosos que inundam nossos uniformes. Merecemos coisas muitos melhores que acertinhos de amigos, pois só pode! Chega de ver timinhos nos fazendo de troxas! Quero meu Corinthians! SUMAM!

  • Aristides
    Foto do perfil de Aristides

    Ranking: 3770º

    Aristides 562 comentários

    3161º. @aristides-alves-dos- em

    Corinthians não competiu hoje, e perdeu poderia levar uma goleada

  • Aristides
    Foto do perfil de Aristides

    Ranking: 3770º

    Aristides 562 comentários

    3160º. @aristides-alves-dos- em

    Infelizmente mais um gol pela esquerda não marcar no escanteio é muito moleza mesmo, é pedir para levar gol

  • Emerson
    Foto do perfil de Emerson

    Emerson 86 comentários

    3159º. @emerson.sidnei.dos.s em

    Não sei porque ainda fico indignado com o rendimento desde time.
    Eles já entram em campo com o rosto abatido, não vejo entusiasmo ou vibração.
    Já entram derrotados em campo, vocês precisam se vencerem antes de começar o jogo.
    Só quero mandar um recado para o Mano e seus comandados
    O Corinthians não é sou um time ou clube onde vocês apenas prestam serviço e recebem salário.
    O Corinthians é a vida de cada um Corinthiano que vive o Corinthians, então prestem atenção.
    Vocês jogadores representam cada um dos mais de 32,2 milhões de torcedores, que este sim ajudam a receita do Corinthians para pagar vocês.
    Comprando camisas
    Fazendo propaganda dos seus nomes pela rua de graça.
    E muitas outras coisas que cada um de nós fazemos...
    Respeite a nossa história, o nosso sacrifício pra estar no estádio.
    Só espero que vocês vençam daqui pra frente...
    Não aceito derrotas acordemmm.
    Chega de ficar tocando bola pra trás... Entenderam jogadores.
    Olhem para o contra cheque de vocês e pensam que que cada um de nós da torcida contribuiu para o Corinthians para pagar vocês.

  • Alexandre
    Foto do perfil de Alexandre

    Ranking: 963º

    Alexandre 1911 comentários

    3158º. @alexandre.pinoti.da1 em

    Tá uma bagunça mesmo o Corinthians...
    Fim de semana de jogo importante e o centroavante na Fórmula 1.
    Tem que acabar com as mordomias desses caras...
    Estão de sacanagem com a torcida