Roberto de Andrade desmerece Democracia Corinthiana

Roberto de Andrade desmerece Democracia Corinthiana

Por Meu Timão

Roberto de Andrade desmereceu um dos fatos mais importantes da história do Corinthians

Roberto de Andrade desmereceu um dos fatos mais importantes da história do Corinthians

Foto: Marcelo Machado/Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, deu uma declaração polêmica na tarde desta quarta-feira durante a CPI do Futebol. O mandatário desmereceu a importância da Democracia Corinthiana na história do clube.

Ao ser questionado pelo senador Hélio José (PSD-DF) o que poderia ser feito para melhorar a situação do futebol brasileiro, Roberto errou e disse que o movimento pouco ajudou ao Timão.

"Aquilo (Democracia Corintiana) pouco contribuiu ao clube. Foi um ato dos atletas, que não trouxe benefício algum. Chamou a atenção da mídia porque não tinha concentração e se ouvia dois, três jogadores, que mandavam no elenco. Ficou cravado como ato fora de série, mas não entendo assim. Ao clube, trouxe muito pouco benefício", declarou o mandatário, segundo o LANCENET!.

A Democracia Corinthiana é considerada uma das fases mais importantes da história do Timão. O movimento, liderado pelos ex-jogadores Sócrates, Casagrande, Zenon e Wladimir, se tornou o maior movimento ideológico da história do futebol brasileiro, influenciando até as "Diretas Já!", durante a Ditadura Militar no Brasil.

O presidente Roberto de Andrade participa da CPI do Futebol, nesta quarta-feira, por convite do senador Romário. Ele também já falou sobre a a criação da Liga Sul-Minas-Rio e se mostrou contra a ideia.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes