'Inércia' e 'multas baixas': desmanche do Timão causa pressão interna em Andrade

'Inércia' e 'multas baixas': desmanche do Timão causa pressão interna em Andrade

Por Meu Timão

Roberto de Andrade diz não poder evitar saída de jogadores

Roberto de Andrade diz não poder evitar saída de jogadores

Foto: Agência Corinthians

Em meio a um desmanche da equipe campeã brasileira de 2015, a diretoria do Corinthians inicia o ano de 2016 sob pressão de conselheiros de oposição e até situação. Multas rescisórias dos jogadores consideradas baixas e suposta inércia de Roberto de Andrade e seus diretores diante de propostas do exterior esquentam os bastidores alvinegros.

Após perder Ralf, Jadson e Renato Augusto para clubes chineses e Vagner Love para o futebol francês, o presidente Roberto de Andrade tem adotado discurso de que nada pode fazer para impedir a saída de jogadores. Conselheiros questionam tal posição e culpam a gestão Renovação e Transparência pela assinatura de contratos "frágeis". O grupo político encabeçado por Andrés Sanchez está à frente do clube desde o fim de 2007.

“De todas as partes envolvidas nas negociações, a única que saiu prejudicada foi o Corinthians. Faltou planejamento. O presidente reclamou que os chineses não falam com ele. Claro, não precisam conversar com o clube porque as multas dos nossos jogadores são baixas”, afirmou Osmar Stábile, conselheiro oposicionista, ao Blog do Perrone, do UOL.

“Uma vergonha o desmanche que está acontecendo no Corinthians, principalmente pelo profissionalismo dos empresários envolvidos e pela inércia da diretoria e de funcionários do futebol com a situação. Venho como um bobo, faz tempo, denunciando essa ação entre amigos que está acontecendo no Corinthians”, escreveu o conselheiro Fran Papaiordanou em seu perfil no Facebook.

Outra questão que também movimenta os bastidores do Parque São Jorge é a contratação sucessiva de jogadores ligados a Fernando Garcia, irmão do oposicionista Paulo Garcia. Situacionistas e oposicionistas estudam ir ao Conselho Deliberativo pedir explicações acerca da proximidade entre a atual diretoria e o empresário.

Veja Mais:

  • Corinthians foi hexacampeão brasileiro em 2015

    CBF define valores de premiação do Brasileirão-2017; Corinthians leva bolada se for campeão

    ver detalhes
  • Fernandinho tem contrato com o Grêmio até dezembro

    Meia-atacante do Grêmio despista sobre possível interesse do Corinthians para 2018

    ver detalhes
  • Gabriel durante jogo contra o Grêmio na Arena Corinthians

    Gabriel rebate críticas contra returno do Corinthians e vê hepta 'encaminhado'

    ver detalhes
  • Pablo deve retornar ao time na próxima segunda-feira

    Pablo tem boa evolução e pode voltar ao Corinthians contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes