Empréstimo de Pato e desmanche fazem folha salarial despencar no Corinthians

Empréstimo de Pato e desmanche fazem folha salarial despencar no Corinthians

Por Meu Timão

75 mil visualizações 332 comentários Comunicar erro

Finanças do Timão ganham alívio com venda de atletas para o exterior e transferência de Pato para a Inglaterra

Finanças do Timão ganham alívio com venda de atletas para o exterior e transferência de Pato para a Inglaterra

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O Corinthians possui, ao menos, um motivo para celebrar a reformulação de sua equipe para a temporada de 2016. Com o empréstimo de Alexandre Pato ao Chelsea (ING) e a saída de seis jogadores campeões brasileiros, o departamento financeiro do Timão deve ter um desafogo em torno de R$ 3 milhões ao mês.

A transferência de Pato era o principal objetivo da direção alvinegra. Contratado por R$ 40,5 milhões no início de 2013, o atacante era dono do maior salário do elenco (cerca de R$ 800 mil). O empréstimo do jogador aos Blues fará o Corinthians economizar, no mínimo, R$ 4 milhões. A expectativa do time paulista é vendê-lo em definitivo no fim de junho.

A reformulação do grupo dirigido pelo técnico Tite também traz benefícios à saúde financeira do clube do Parque São Jorge. Segundo Andrés Sanchez, que deixou o cargo de superintende de futebol do Corinthians no último dia 05, Renato Augusto e Vagner Love recebiam R$ 450 mil mensais cada um.

Ainda de acordo com o cartola, o salário de Jadson, camisa 10 do Timão em 2015, era de R$ 400 mil. Já Ralf, Gil e Edu Dracena faturavam na faixa de R$ 250 a R$ 350 mil – a remuneração precisa dos atletas não é divulgada pela diretoria. Ainda assim, a tendência é de que os cofres do Corinthians tenham uma economia de R$ 2,9 milhões por mês.

Após fechar 2015 em déficit de R$ 30 milhões, o Timão terá um desafogo de cerca de R$ 100 milhões ao longo da temporada graças ao “desmanche”. Explica-se: a arrecadação com vendas de jogadores deve ultrapassar os R$ 70 milhões. Ademais, há os salários dos atletas que deixam de ser bancados pelo clube, baixando a folha salarial em R$ 30 milhões.

ARRECADAÇÃO COM VENDAS: R$ 72,5 milhões

Gil - Shandong Luneng (CHN): R$ 39 milhões
Renato Augusto - Beijing Guoan (CHN): R$ 17,5 milhões
Vagner Love - Monaco (FRA): R$ 5 milhões
Ralf - Beijing Guoan (CHN): R$ 4,5 milhões
Jadson - Tianjin Quanjian (CHN): R$ 6,5 milhões

ECONOMIA COM SALÁRIOS: R$ 2,9 milhões por mês (R$ 30 milhões ao ano)

Alexandre Pato: R$ 800 mil (seis meses)
Renato Augusto: R$ 450 mil
Vagner Love: 450 mil
Jadson: R$ 400 mil
Gil: R$ 350 mil
Edu Dracena: R$ 280 mil
Ralf: R$ 250 mil

Veja Mais:

  • Fiel deve comparecer em ótimo público à Arena neste sábado à noite

    Torcida abraça Corinthians, e Arena deve receber 30 mil em jogo diante do Vasco

    ver detalhes
  • Gustavo está entre os jogadores mais decisivos do país em 2018

    Emprestado pelo Corinthians, Gustavo brilha de novo e chega a 30 gols na temporada 2018

    ver detalhes
  • Richard foi apresentado ao lado de Robinho no Fluminense; ambos vieram do Atibaia-SP

    Contratado de graça pelo Fluminense, Richard pode custar R$ 8 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes