André não se abala com derrota nos pênaltis e projeta posto de 'batedor oficial'

André não se abala com derrota nos pênaltis e projeta posto de 'batedor oficial'

Por Meu Timão

Nem mesmo os dois gols de André impediram a eliminação do Corinthians para o Audax

Nem mesmo os dois gols de André impediram a eliminação do Corinthians para o Audax

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A derrota do Corinthians nos pênaltis por 4 a 1 para o Osasco Audax, no último sábado, pela semifinal do Campeonato Paulista, não abalou o centroavante André. Autor dos gols que garantiram o empate por 2 a 2 no tempo normal, o camisa 9 falou em entrevista coletiva sobre o baixo aproveitamento do Timão nos penais em 2016.

“Acho que pênalti é meio complicado falar. Falta de treino não é. Se você for ver, o campo (do CT Joaquim Grava) tá até ruim ali de tanto que a gente treinou. Estamos tentando aprimorar, é um pouco de sorte, tem a parte psicológica. Tem gente que prefere bater, outros não. Então temos que esquecer um pouco isso”, explicou André.

O atacante foi o único a marcar um dos penais do Corinthians contra o Audax – o lateral-direito Fagner acertou a trave, enquanto o meia Rodriguinho parou no goleiro Sidão. “Estamos treinando, tentando acertar, mas temos que esquecer isso porque tenho certeza que, se tiver outra disputa, sairemos classificados”, avisou.

Antes da semifinal do Paulistão, a equipe paulistana matinha um retrospecto de seis penais cobrados e apenas dois convertidos em 2016. O fundamento, aliás, é uma das principais críticas da torcida alvinegra sobre o atual elenco comandado por Tite. Acostumado às penalidades, André mandou um recado à comissão técnica: a pressão momentânea não o incomoda.

“Não sei se serei oficial, mas gosto de bater. Se tiver a oportunidade e puder, vou bater porque eu gosto”, afirmou o camisa 9, que não lamentou o fato de Tite de Tite ter optado por Luciano e Ángel Romero como batedores na vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, no último dia 30, em Itaquera. “Contra a Ponte (Tite) optou por eles. Mas se tiver de novo vou querer bater porque eu gosto”, concluiu.

Fora das finais do Paulistão, o Corinthians volta a campo já nesta quarta-feira, diante do Nacional (URU), às 21h45 (de Brasília), no estádio Parque Central, pela abertura das oitavas de final da Copa Libertadores da América. O confronto de volta acontece no dia 04, na Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes
  • Carille contará com 23 jogadores em Campinas neste domingo

    Corinthians relaciona 23 jogadores para final em Campinas

    ver detalhes
  • Pablo não deve ser problema contra a Ponte Preta

    Pablo dá susto em último treino do Corinthians antes de decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes