Atraso no início do jogo contra Nacional pode render multa ao Corinthians

Atraso no início do jogo contra Nacional pode render multa ao Corinthians

Por Meu Timão

Por conta da fumaça, início da partida entre Corinthians e Nacional foi atrasado por sete minutos

Por conta da fumaça, início da partida entre Corinthians e Nacional foi atrasado por sete minutos

Foto: Meu Timão

O Corinthians já trabalha com a hipótese de ser punido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) por conta do atraso do início da partida contra o Nacional, na noite desta quarta-feira, na Arena, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Antes de a bola rolar, torcedores situados no setor Norte do estádio acenderam sinalizadores e adiaram o apito inicial.

“Vamos esperar para ver qual será a denúncia. O mais provável é uma multa por ter causado atraso”, afirmou João Zanforlin, advogado do Corinthians, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. Ainda não há previsão de valor.

O uso de sinalizadores dentro dos estádios de futebol é proibido tanto em competições nacionais, como Paulistão, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, quanto em internacionais (Libertadores da América, Copa Sul-Americana e Recopa Sul-Americana). De acordo com o árbitro responsável por Corinthians x Nacional, Néstor Pitana, a fumaça causada pelos artefatos pirotécnicos retardou o início do confronto por sete minutos.

Vale lembrar que a Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Timão, está banida dos estádios paulistas desde fevereiro pelo uso de sinalizadores durante a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, disputada entre Corinthians e Flamengo, no estádio do Pacaembu, no dia 25 de janeiro. Na ocasião, a partida foi interrompida por quatro minutos pelo juiz Rafael Gomes Felix da Silva. O clube, por sua vez, foi multado em R$ 10 mil.

Olho nos rivais! – A torcida do Corinthians não é a única a acender sinalizadores nesta edição da Libertadores. Nos jogos contra River Plate (ARG) e Toluca (MEX), pela fase de grupos e oitavas de final, respectivamente, são-paulinos usaram os artefatos sem quaisquer pronunciamentos da Conmebol.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes