Valorizado, Marquinhos crê ter feito escolha certa ao sair do Timão

Valorizado, Marquinhos crê ter feito escolha certa ao sair do Timão

Por Meu Timão

Campeão na base, Marquinhos deixou o Corinthians após não receber oportunidades

Campeão na base, Marquinhos deixou o Corinthians após não receber oportunidades

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Próximo de ser contratado a peso de ouro pelo Barcelona (ESP), o zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain (FRA), vê como acertada a decisão de deixar o Corinthians no fim de 2012. O brasileiro, tido como um dos mais promissores atletas do mundo na atualidade, falou com sinceridade a respeito da falta de oportunidades no Timão e da transferência precoce para a Roma (ITA), onde atravessou ascensão meteórica.

“Eu sabia dos critérios que estavam sendo usados, era um garoto muito jovem que tinha acabado de ganhar uma Copa São Paulo. Esse momento é delicado na carreira de um jogador e todos tiveram muita tranquilidade comigo nessa transição”, afirmou Marquinhos, em entrevista ao GloboEsporte.com.

O jogador iniciou sua carreira no terrão corinthiano e passou a integrar o elenco profissional em 2011. No início da temporada seguinte, retornou à categoria Sub-20 e conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior. De volta ao time principal, herdou a camisa 10 do atacante Adriano e se sagrou campeão invicto da Taça Libertadores.

“Tudo aconteceu quando veio a proposta do Roma. Era excelente, tinha um treinador (Zdenek Zeman) que gosta de jogadores jovens, eles tiveram muita vontade de me levar. Conversei muito com minha família, com o Corinthians, tudo pesou: o projeto, a proposta, a vontade do treinador de me levar para lá”, explicou o zagueiro, que disputou apenas 15 jogos pelo Timão.

Sem oportunidades sob o comando do técnico Tite, Marquinhos acabou emprestado a Roma por 1,5 milhão de euros e não demorou a se destacar, sendo comprado em definitivo pouco tempo depois. “Para um jogador de futebol, o importante é sentir confiança do clube, do treinador, de quem está interessado. Depois, analisar tudo, como o projeto foi apresentado, o quanto você é importante para esse projeto”, concluiu.

Em alta na Seleção Brasileira, o beque tem salário acertado para defender as cores do Barcelona pelos próximos cinco anos, mas não deve ter a transferência facilitada. Isso porque ele é um dos atletas que o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, possui maior apreço. Como o mandatário não tem a intenção de perdê-lo, o staff de Marquinhos, bem como a direção do clube catalão, terá de convencê-lo a dar aval ao negócio.

Especula-se que o Barcelona esteja disposto a desembolsar 40 milhões de euros (R$ 160 milhões) pelo zagueiro de 22 anos. Caso a venda seja concretizada, o Corinthians receberá em torno de R$ 4 milhões, já que detém 2,5% do montante por ser o time formador.

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes