Antes de reencontro com ex-clube, Giovanni Augusto comemora 'melhor escolha da vida'

93 mil visualizações 131 comentários

Por Lucas Mariano e Vinícius Souza

Giovanni Augusto é um dos destaques do Corinthians na temporada e deve encara o Atlético-MG nesta quarta

Giovanni Augusto é um dos destaques do Corinthians na temporada e deve encara o Atlético-MG nesta quarta

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Contratado no início da temporada, Giovanni Augusto tem motivos de sobra para comemorar. O meia-atacante, principal reforço do atual campeão brasileiro, pôde disputar 25 jogos com a camisa alvinegra, marcar quatro gols e cair nas graças da Fiel. Em entrevista exclusiva ao Meu Timão, o camisa 17 recordou a saída do Atlético-MG, adversário do Corinthians nesta quarta-feira à noite, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro.

“Estou muito feliz aqui no clube e sou eternamente grato ao Atlético-MG, que abriu as portas para mim e me tratou com todo o carinho, deu toda a estrutura que um jogador precisa para se tornar profissional. Mas é vida que segue. O Corinthians resolveu apostar em mim, abrir as portas para mim e todo jogador sabe que temos que estar preparados para tudo. Acho que hoje em dia é normal isso, não dá para agradar todo mundo, o importante é que eu consigo dormir em paz”, disse Giovanni Augusto.

A chegada do armador ao Parque São Jorge gerou ira em parte da torcida do seu ex-clube. Isso porque, antes de ser procurado pelo Timão, Giovanni já havia declarado o desejo de trocar o time de Minas Gerais pelo de São Paulo em duas ocasiões distintas. Nas redes sociais, ele foi alvo de atleticanos, que o acusaram até de "cuspir no prato que comeu". Nada que o meia não estivesse acostumado.

“É normal. Hoje em dia a gente já está acostumado com isso porque não conseguimos agradar todo mundo. Assim como tem torcedores que criticaram e xingaram, tem também aqueles que me apoiaram. Importante é que estou com a cabeça tranquila. Sei que fiz uma das melhores escolhas da minha vida”, frisou, se referindo ao "sim" que deu ao aceitar a proposta da diretoria do Corinthians.

Entre outros assuntos, Giovanni Augusto relembrou a derrota sofrida para o Timão no dia 1º de novembro de 2015, no estádio Independência. Ele era um dos titulares da equipe mineira, à época treinada por Levir Culpi, e sentiu na pele o futebol corinthiano que encantou o Brasil ao longo do segundo turno. Naquele domingo, o time capitaneado por Tite derrotou os donos da casa por 3 a 0, gols de Malcom, Vagner Love e Lucca.

“Foi um jogo muito difícil. Sabíamos da dificuldade porque o Corinthians vinha em uma sequência muito boa. Sem duvida, era um jogo chave porque se conseguíssemos vencer ainda teríamos chance no campeonato, mas não deu certo. O time do Corinthians fez uma grande partida, realmente anulou todos nossos pontos fortes. Depois do apito final, realmente vimos que estava difícil buscar o título e então a gente conversou que teríamos que pelo menos honrar a camisa com o segundo lugar e a vaga na Libertadores”.

Fã de Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Zidane, o jogador de 26 anos foi revelado pelo Atlético-MG em 2010, mas não recebeu muitas oportunidades do técnico Vanderlei Luxemburgo e foi emprestado ao Náutico. Por lá, ficou sem receber salários e decidiu retornar a Belo Horizonte em busca de uma nova chance. Acabou rodando por Grêmio Barueri, Criciúma e ABC antes de se destacar pelo Figueirense, equipe pela qual marcou o primeiro gol da Arena Corinthians numa partida oficial, em 18 de maio de 2014.

Dois anos depois, o meia-atacante reviveu o período em que sonhava em defender o Timão e reiterou que as palavras ditas a respeito do assunto foram sinceras. “Infelizmente, no futebol brasileiro tem muito disso. Às vezes você acaba prejudicado por ser sincero e falar a verdade. Eu falei mesmo lá no Atlético-MG que tinha o sonho de defender essa camisa do Corinthians. Acho que isso acabou vindo de uma forma negativa. A torcida do Atlético-MG acabou vendo de uma forma negativa, mas só falei porque era realmente o que o meu coração desejava”, completou. “Então estou feliz que tenha dado tudo certo e hoje vivo um dos melhores momentos da minha vida por defender essa camisa”, completou.

Veja Mais:

  • Clube deu passo importante para as eleições de novembro

    Corinthians define comissão eleitoral para eleições presidenciais de novembro

    ver detalhes
  • Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    VÍDEO: Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    ver detalhes
  • Nos bastidores, Parque São Jorge já respira as eleições que estão marcadas para o mês de novembro

    Mais uma chapa de oposição do Corinthians pede esclarecimentos da operação financeira de Pedrinho

    ver detalhes
  • Oposição vinha cobrando a divulgação do balanço, que traz recorde negativo

    Um mês após o prazo, Corinthians divulga balanço de 2019 em seu site; atraso foi alvo da oposição

    ver detalhes
  • Arena Corinthians é o maior alçapão do futebol brasileiro | a prova está aqui (levantamento inédito)

    VÍDEO: Arena Corinthians é o maior alçapão do futebol brasileiro | a prova está aqui (levantamento inédito)

    ver detalhes
  • Matias Ávila, diretor financeiro do Corinthians, rebateu relatório recente de um dos grupos de oposição

    Diretor financeiro do Corinthians responde grupo de oposição que fez relatório com diretrizes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: