Tribunal da FPF marca novo julgamento sobre 'caso Yago'

Tribunal da FPF marca novo julgamento sobre 'caso Yago'

Por Meu Timão

Para Joaquim Grava, consultor médico do Timão, Yago não deveria ter sido julgado por caso

Para Joaquim Grava, consultor médico do Timão, Yago não deveria ter sido julgado por caso

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Campeonato Paulista acabou em maio, mas o Corinthians ainda enfrenta ao menos uma dor de cabeça oriunda do Estadual: o caso de doping do zagueiro Yago.

O Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol agendou para a próxima segunda-feira o julgamento do médico Joaquim Grava. Consultor médico do Corinthians, ele assumiu responsabilidade na aplicação da substância que causou punição ao jogador do Timão.

Yago foi suspenso por 30 dias (punição cumprida há mais de um mês) pelo uso da substância betametasona, que foi utilizada para aliviar dores no joelho do jogador. O exame que flagrou uso do medicamento foi feito após clássico contra o Santos no Paulistão.

Vale destacar que o julgamento de Joaquim Grava em nada pode alterar a punição já aplicada ao zagueiro Yago. Assim, o beque não corre risco de ser novamente suspenso.

Atualmente, a zaga considerada titular do Corinthians é composta por Balbuena e Pedro Henrique. Yago está relacionado, mas deve ficar apenas no banco de reservas no duelo deste sábado, contra a Chapecoense, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Camisa que será usada na noite desta quarta-feira

    Corinthians divulga imagem do uniforme que será usado contra Palmeiras; confira

    ver detalhes
  • Com Balbuena e Pablo na defesa, Timão tenta derrotar arquirrival dentro de seus domínios

    Corinthians volta à Arena em primeiro teste de Carille contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes