Maycon, Marlone, contratações... Cristóvão esclarece questões no Timão

Maycon, Marlone, contratações... Cristóvão esclarece questões no Timão

Cristóvão Borges vive expectativa para seu primeiro clássico à frente do Corinthians

Cristóvão Borges vive expectativa para seu primeiro clássico à frente do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Embora o Corinthians esteja na vice-liderança do Brasileirão, muitos assuntos ainda causam discussões entre os torcedores alvinegros. Algumas dessas questões foram colocadas para Cristóvão Borges oficializado no comando técnico do Timão no último dia 20, em entrevista coletiva na sexta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava.

Sincero e de fala branda, o treinador alvinegro explicou o empréstimo do volante Maycon para a Ponte Preta. O meio-campista, que se destacou ao longo da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2016, se despediu dos companheiros na quinta-feira para definir os últimos detalhes do acerto com o time campinense. Para parte da torcida, Maycon deveria ter recebido mais oportunidades – foram apenas 15 jogos com a camisa corinthiana.

“Ele é um jogador jovem, talentosíssimo, futuro titular do Corinthians. O empréstimo faz parte desse trabalho. Há muitos da mesma posição aqui. É importante que ele jogue. Já tinha falado a ele que iria colocá-lo, mas não dá para garantir sequência a ninguém. A saída dele é vantajosa para ele, para o clube, para o futuro”, prometeu Cristóvão.

Outra questão a ser esclarecida pelo comandante foi a de Marlone, contratado no início da temporada, mas que ainda não recebeu sequência como titular. O meia-atacante, inclusive, interessa a outros rivais da Série A, como seu ex-clube Sport, e é nome solicitado pelo técnico Falcão, do Internacional.

“Já conversamos quando saiu uma notícia sobre o Sport, está resolvido. Não há nada garantido aqui. Vamos jogando, e as coisas acontecem. De acordo com o que ocorrer, vamos resolvendo. Ele deseja permanecer, e disse que a oportunidade seria para todos. Não posso garantir que será titular, mas todos terão uma chance”, disse.

Por fim, Cristóvão falou a respeito da necessidade de reforços. Desde que chegou ao Corinthians, o baiano jamais escondeu que o plantel alvinegro era enxuto e que precisava de novas peças se quisesse alçar voos maiores em 2016. Entretanto, após a reintegração de Alexandre Pato e o departamento médico cada vez mais vazio, o discurso agora é outro.

“Nós tivemos algumas dificuldades, mas esse pensamento era antes da resolução, de definir a situação e Pato. Eu não tinha a definição do Pato e o André estava machucado. Agora é diferente, não tem essa urgência. São dois jogadores de alto nível, não precisamos ter urgência”, finalizou.

Sem Pato, o Corinthians se prepara para encarar o São Paulo, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena, pela 15ª rodada do Brasileirão. Com o meia Giovanni Augusto à disposição, o técnico do time paulista testou novas opções durante os trabalhos com bola desta sexta. Confira!

Veja Mais:

  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes
  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes