Estreante, lateral ganha moral com 'veterano' Uendel

5.9 mil visualizações 35 comentários

Léo Príncipe (azul) divide bola com Uendel durante treino do Timão; dupla deve estar em campo no sábado

Léo Príncipe (azul) divide bola com Uendel durante treino do Timão; dupla deve estar em campo no sábado

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Cristóvão Borges tem ao menos uma certeza na escalação do Corinthians contra o Figueirense: a de que Fagner, titular da lateral direita, não estará à disposição. Embora admita a necessidade de reforços, o técnico alvinegro deverá contar os serviços de Léo Príncipe, de 19 anos, que fará sua estreia pela equipe profissional do clube.

“O Léo é um jogador de qualidade, vem treinando bem. Teve experiências no Campeonato Paulista pelo Oeste, importante essa bagagem fora, de competição profissional. Ele foi muito bem desde que chegou, está treinando bem e uma hora ia aparecer oportunidade”, elogiou Uendel em entrevista coletiva nesta quarta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava.

Eleito o melhor lateral-direito da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Léo Príncipe chegou a ser emprestado ao Oeste-SP, mas retornou ao Timão depois de Edílson, substituto imediato de Fagner, ser vendido ao Grêmio. Com Fagner suspenso, a entrada do jovem jogador é uma das possíveis mudanças de Cristóvão frente aos catarinenses no próximo sábado.

“Está nas mãos dele, confiamos no trabalho dele para fazer um bom jogo. É um jogador leve, de qualidade, marcação agressiva, e está habituado. Tem feito trabalhos de linha de quatro com a gente e está se acostumando, tenho certeza que vai fazer uma grande partida”, garantiu o camisa 6.

Vice-líder do Brasileirão, o Corinthians encara o Figueirense no sábado, às 16h (de Brasília), na Arena, pela 16ª rodada. Segundo Uendel, a troca na lateral direita, apesar da importância de Fagner, não influenciará no desempenho da equipe, haja vista a qualidade de Léo Príncipe na marcação.

“Talvez o jogo se mostre mais ofensivo aos laterais. O Figueirense, até pelas características do treinador, deve vir para marcar mais, mas nós temos que treinar nossas funções na linha de quatro. O Léo já entendeu nosso conceito de marcação e não podemos correr esse risco de tomar um contra-ataque. Temos que atacar marcando, sem perder o meio, e nos fortalecer”, concluiu.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez ainda não sabe quando voltarão os treinos e jogos; presidente do Corinthians quebra a cabeça fora de campo

    Salários atrasados e outras pendências: Corinthians planeja 'semana do alívio' com grana de Pedrinho

    ver detalhes
  • A MarjoSports ocupava as mangas da camisa alvinegra desde 2019

    Corinthians anuncia rescisão com um de seus patrocinadores por conta da paralisação

    ver detalhes
  • Giovanny em ação na final da Copa do Brasil Sub-17, diante do Palmeiras, no Pacaembu, em novembro de 2017

    Chega ao fim contrato de atacante que não atuou pelo Corinthians por quase três anos

    ver detalhes
  • Corinthians fez vídeo para se posicionar contra o racismo

    Vidas negras importam: Corinthians destaca ídolos e vítimas recentes em vídeo contra o racismo

    ver detalhes
  • Passo a passo: a participação de torcedores no protesto pela democracia na Avenida Paulista

    VÍDEO: Passo a passo: a participação de torcedores no protesto pela democracia na Avenida Paulista

    ver detalhes
  • Gabriel fez o que poucos corinthianos (e brasileiros) fizeram

    [Vitor Chicarolli] Gabriel fez o que poucos corinthianos (e brasileiros) fizeram

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: