Jogadores do Inter 'dão bolo' em Galvão, e goleiro do Corinthians comenta: 'Complicado'

Jogadores do Inter 'dão bolo' em Galvão, e goleiro do Corinthians comenta: 'Complicado'

Por Meu Timão

Oswaldo e Walter representaram Corinthians no Bem Amigos

Oswaldo e Walter representaram Corinthians no Bem Amigos

Foto: Reprodução/TV

A vitória do Corinthians sobre o Internacional parece ter "chacoalhado" o vestiário da equipe gaúcha. Não bastasse a cornetada que o próprio goleiro colorado Danilo Fernandes deu nos companheiros, o narrador e apresentador Galvão Bueno também não ficou nada contente com a postura pós-jogo dos atletas da equipe gaúcha.

Tradicionalmente desde o início da atual edição do Brasileirão, o programa Bem Amigos, do SporTV, recebe jogadores e/ou técnicos dos times que se enfrentam nas segundas - caso de Corinthians e Internacional nesta rodada. O Internacional quebrou o protocolo e não mandou nenhum atleta ao estúdio, que havia sido improvisado na Arena Corinthians.

"É a primeira vez nesse processo da "Segunda Campeã" que temos só dois convidados (Oswaldo de Oliveira e Walter). Prefiro até acreditar que a situação do Inter é que é difícil e de que não tenha existido um veto. Gostaria que não fosse esse o caso", declarou Galvão Bueno, que poucos minutos depois foi informado pela assessoria do Inter que os jogadores, em comum acordo, decidiram que não havia clima para entrevista.

Representando o Corinthians ao lado do treinador Oswaldo de Oliveira, Walter falou sobre o tema por livre e espontânea vontade. O arqueiro disse ser uma honra poder vestir a camisa de seu clube em um dos principais programas esportivos da televisão fechada e lembrou seu passado para mostrar solidariedade à situação enfrentada pelos jogadores do Internacional.

"Fico feliz de poder estar aqui. A gente sempre vê pela televisão quando está em times pequenos, então é uma gratidão estar aqui. Pensando até na situação do Inter, que não tem ninguém aqui, sei que é difícil esse momento de queda, de derrotas, é necessário dar a cara a tapa. Mas é complicado, é uma situação delicada", afirmou o goleiro do Timão, que chegou ao clube do Parque São Jorge vindo do modesto União Barbarense, em 2013.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Walter.

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho admitiu possível saída do Corinthians

    Rodriguinho cogita saída do Corinthians: 'Vamos sentar e conversar'

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes