Corinthians prepara contrato profissional para garoto pivô de escândalo na base

Corinthians prepara contrato profissional para garoto pivô de escândalo na base

Por Meu Timão

4.1 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Alyson será reintegrado à equipe sub-17 na próxima semana

Alyson será reintegrado à equipe sub-17 na próxima semana

Arquivo pessoal

O jovem Alyson José da Motta, pivô de escândalo recente nas categorias de base do Corinthians, está de volta ao clube. Afastado de partidas oficiais desde o início do ano, o jogador será reintegrado à equipe sub-17 nos próximos dias e, de acordo com seu agente, assinará o primeiro contrato profissional da carreira em janeiro.

“Fiz uma reunião com o Corinthians hoje e acertamos o retorno do Alyson. Ele também assinará o contrato com o clube. Fui um encontro muito bom com os dirigentes, e o jogador voltará à equipe”, afirmou o empresário Jaílton Lopes ao GloboEsporte.com.

Aos 16 anos, Alyson é personagem central de um caso de corrupção envolvendo um ex-dirigente do Corinthians e o empresário norte-americano Helmut Niki Apaza. A polêmica ganhou força em maio, pouco tempo depois de Fábio Barrozo, ex-gerente das divisões menores, ser afastado de seu cargo pela atual diretoria.

Em conversas vazadas, o ex-funcionário menciona a comercialização dos direitos de Alyson a Apaza, que investiu seu próprio dinheiro no meia. De acordo com o agente, Barrozo teria recebido dele 110 mil dólares por 20% dos direitos do garoto e uma carta de procuração do clube. Ambos os negócios, porém, não tiveram o aval do presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, ou seu estafe.

Outro personagem que teria envolvimento no caso é Manoel Ramos Evangelista, conhecido como Mané da Carne, conselheiro vitalício do Timão. Ele seria o destinatário de 60 mil dólares pagos pelo empresário. No mês de junho, Mané negou ter embolsado a quantia e processou quatro indivíduos: Jorge Kalil, 2º vice-presidente da agremiação paulista, Julio Cesar Polizeli, ex-procurador de Alyson, Josemar Justino da Costa (Cuca), suposto intermediário, e Fábio Barrozo.

Vale lembrar que o processo foi arquivado pelo Corinthians por falta de provas.

Veja mais em: Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Romero publicou mensagem sugestiva nesta terça-feira em seu Instagram

    Romero publica emojis que sugerem contrato com clube alvinegro; Corinthians não confirma

    ver detalhes
  • Matias Antonio Romano Ávila, diretor financeiro do Corinthians

    Atual situação, social, folha salarial, CT da base, Arena... diretor financeiro fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Douglas não se firmou no Corinthians, mas vinha bem com as cores do Bahia

    Douglas na Grécia: definido valor, percentual dos direitos e tempo de contrato; restam detalhes

    ver detalhes
  • Régis foi testado centralizado no primeiro esboço de escalação do Corinthians nesta intertemporada

    Com desfalques, Carille testa Régis e dupla campeã pela Seleção na escalação do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia: