Diretor do Corinthians defende contratação de Gustavo e explica por que Isaac sequer estreou

Diretor do Corinthians defende contratação de Gustavo e explica por que Isaac sequer estreou

108 mil visualizações 214 comentários Comunicar erro

Gustavo e Jean devem ser negociados; Isaac já se despediu dos companheiros e voltará ao Botafogo-SP

Gustavo e Jean devem ser negociados; Isaac já se despediu dos companheiros e voltará ao Botafogo-SP

Foto: Montagem/Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Dois casos distintos de atacantes que “não deram certo” no Corinthians nesta temporada despertam a atenção da torcida: Gustavo e Isaac Prado. O primeiro, contratado em agosto do Criciúma, disputou apenas nove jogos e passou em branco; o segundo, por sua vez, no clube desde meados de 2015, jamais entrou em campo.

Para Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão, Gustavo foi contratado pelo potencial que demonstrou ao longo da Série B do Campeonato Brasileiro, na qual marcou 11 gols e chegou a estar no topo da artilharia. De acordo com o mandatário, o camisa 9 pode ser emprestado para adquirir experiência e, quanto estiver calejado, retornar ao Parque São Jorge.

“É um garoto que quando eu cheguei já estava. O rapaz estava lá, comportado e trabalhando. Ele deixou 11 gols no Criciúma, sendo um dos artilheiros da Série B até hoje. E não eram de pênalti (risos), não foi contratação por DVD. Esse tipo de coisa acontece, foi ruim. Não é para ser execrado. Não sendo aproveitado de imediato, pode ser emprestado, pode voltar, enfim”, afirmou Adauto à rádio Transamérica.

“Quando a gente pega algum jogador, análise de rendimento... Temos jogadores muito bons que vieram ao Corinthians e que não jogam no começo, mas não desaprenderam. Talvez tenhamos que esperar. Podemos pegar o Jadson, que enfrentou dificuldades no início de sua passagem e depois arrebentou em 2015. Isso também acontece com jogadores da base, em maior escala”, explicou o dirigente.

A situação de Isaac Prado, porém, é diferente. Na visão de Adauto, o atacante de 21 anos, que veio do modesto Botafogo-SP por empréstimo, nunca atuou porque não mostrou qualidade aos técnicos que passaram pelo Corinthians em 2016: Tite, Fábio Carille, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira. O jogador já foi liberado para retornar ao clube de origem.

“Como você vai contestar quatro treinadores que passaram pela equipe nesse período e ninguém viu no Isaac a possibilidade de jogar e no Jean também? Temos o Tite, Fábio (Carille), Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira. Será que eles estão enganados ou se baseiam no treinamento, no rendimento, jogador que vai matar a bola e pega no ombro?”, questionou.

“Não é o caso desses, não estou citando isso. Mas são quatro treinadores que olharam os garotos no treinamento. Cabe a eles decidir isso e dar a oportunidade. Se errar, erra todo mundo. Alguém indicou para a contratação, você pode errar na avaliação. É difícil sair dessa situação”, finalizou.

Até o momento, dois atletas deixaram o elenco do Corinthians: o volante Willians, dispensado por indisciplina, e o próprio Isaac. Jean e Gustavo também estão na lista de negociáveis e podem ser emprestados no primeiro semestre. Em contrapartida, a diretoria do Timão negocia com o volante Rithely, do Sport.

Veja mais em: Gustavo, Isaac, Jean Carlos, Willians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se enfrentaram pelo jogo de ida da final do Paulista Sub-20

    Oya brilha, Corinthians bate Palmeiras e sai na frente na final do Paulistão Sub-20

    ver detalhes
  • Lideranças da Gaviões já foram ao CT em outras seis oportunidades na temporada

    Gaviões da Fiel convoca protesto no CT por momento ruim do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes