Rincón conta como elenco 'rachado' do Corinthians se tornou multicampeão

Rincón conta como elenco 'rachado' do Corinthians se tornou multicampeão

Por Meu Timão

7.1 mil visualizações 64 comentários Comunicar erro

Jogadores do Corinthians com as medalhas de campeão mundial após vitória nos pênaltis contra Vasco

Jogadores do Corinthians com as medalhas de campeão mundial após vitória nos pênaltis contra Vasco

Foto: Arquivo Placar

Campeão mundial pelo Corinthians em 2000, Freddy Rincón voltou a confirmar o que seus ex-companheiros de equipe nunca fizeram questão de esconder: o elenco alvinegro do fim dos anos 90, que conquistou o Campeonato Brasileiro por duas vezes (1998 e 1999), era desunido e convivia com problemas de relacionamento.

De acordo com Rincón, a queda na Copa Libertadores da América de 1999, para o Palmeiras, nas quartas de final, foi um duro golpe naquele grupo recheado de estrelas. A eliminação, porém, serviu de combustível para que o time superasse rusgas internas e lutasse pela competição nacional.

“Perdemos para o maior rival. Estava tudo se caminhando para a gente. O Palmeiras não tinha como ganhar. Mas é futebol, fazer o quê? Foi muito duro. Mas o grupo correu atrás, se superou e conquistou tudo o que veio depois”, lembrou Rincón em fala reproduzida pelo site Foxsports.com.br.

Freddy era um dos pilares do Corinthians, que também contava com Vampeta e Marcelinho Carioca. Respeitado por todos, mas dono de temperamento difícil, ele precisava resolver seus problemas com os craques do time com frequência, mas não deixava que qualquer assunto interferisse dentro de campo.

“Eu fazia o que tinha que fazer. Queria ganhar, independentemente do que pensavam Edílson ou Marcelinho. Como capitão, fazia o que fosse preciso. Não era só com eles dois. O grupo não era unido, mas todo mundo tinha consciência e maturidade. As desavenças não repercutiam em nada”, afirmou o ex-camisa 8.

“Eu queria era vencer. Não precisava ter uma vida de amigo fora de campo. Tinha problema, mas na hora que o Corinthians disputava título, jogava e ganhava”, finalizou.

Rincón chegou ao Corinthians com seu nome já marcado na história do futebol da Colômbia. Com duas Copas do Mundo (1990 e 1994) no currículo, o meio-campista teve passagens por Napoli e Real Madrid antes de ser contratado pelo Timão. Além dos troféus brasileiros e do Mundial, também venceu o Campeonato Paulista de 1999.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Títulos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Fessin já marcou três gols pelo Corinthians no Paulista Sub-20

    Fessin marca, Corinthians vence no Paulista Sub-20 e diminui distância para rival

    ver detalhes
  • Corinthians fechou a primeira fase na liderança e invicto no Paulista Feminino

    Corinthians vence Portuguesa e fecha primeira fase do Paulista Feminino líder invicto

    ver detalhes
  • Corinthians de Ronaldo foi eliminado pelo Tolima em 2011 e mesmo assim Tite seguiu como técnico

    Tite/11 x Loss/18: diferenças e semelhanças entre as crises corinthianas comparadas por Andrés

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes