Vetado por Roberto de Andrade, Mano Menezes esclarece relação com dirigentes do Corinthians

Vetado por Roberto de Andrade, Mano Menezes esclarece relação com dirigentes do Corinthians

Por Meu Timão

6.0 mil visualizações 77 comentários Comunicar erro

Última passagem do treinador pelo clube foi em 2014

Última passagem do treinador pelo clube foi em 2014

Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Quando Tite deixou o Corinthians para assumir a Seleção Brasileira no ano passado, parte da torcida apontava e acreditava que Mano Menezes fosse a melhor opção para o Timão. As especulações, no entanto, logo tomaram um banho de água fria. Roberto de Andrade vetou uma terceira passagem do gaúcho durante sua gestão. Para o técnico, atualmente no Cruzeiro, não houveram problemas, mas ele não abre mão de suas convicções.

“Não. Nunca tive problema com o Roberto de Andrade. Ele tem o direito. Eu acho que todo presidente em o direito de escolher seu treinador. Eu sou um cara que não aceito determinadas coisas internamente, sou meio queixo duro. Não sou um cara que acha que tem razão em tudo, mas nas minhas coisas, nas decisões que eu creio que sejam pertinentes ao técnico, eu não abro mão delas. Isso as vezes agrada, e desagrada pessoas. Sempre falo que as pessoas gostam da gente pelos mesmos motivos que outros não gostam”, afirmou o ex-técnico corinthiano em entrevista ao programa Bola da Vez, na ESPN.

Entre suas decisões pessoais esteve o pedido de um Corinthians mais fechado no vestiário. Segundo o treinador, muita gente que não devia estar nos bastidores das partidas marcava presença no local que, para ele, deveria ser de intimidade com seus comandados.

“Nosso vice-presidente de futebol na época era o Mário Gobbi. Ele deu um respaldo muito grande para a gente fazer coisas no Corinthians na época, o Corinthians era realmente muito aberto, o que atrapalhava o dia a dia. O vestiário de futebol é uma coisa sagrada", contou.

"Ali dentro só pode circular pessoas que tem função de estar ali dentro. Por causa dessas coisas, da prancheta que voa, determinadas coisas que não podem sair porque pertencem a aquele ambiente. E dentro daquele contexto elas são compreendidas, por outros não são entendidas”, concluiu Mano.

Pelo Corinthians, o treinador tem 238 jogos, com 132 Vitórias, 61 Empates e 45 Derrotas. Nesse período, conquistou um Campeonato Brasileiro da Serie B (2008), um Paulistão e uma Copa do Brasil (2009).

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jonathas está na mira do Corinthians; atacante está no Hannover, da Alemanha

    Uma contratação, uma baixa e duas negociações: como se reapresenta o Corinthians pós-folga

    ver detalhes
  • Éric Cantona utilizou imagem de Sócrates para criticar Neymar

    Ídolo francês usa foto de corinthiano Sócrates para dar indireta a Neymar

    ver detalhes
  • Goleada da Inglaterra inspirou memes de corinthianos

    Torcida do Corinthians usa goleada da Inglaterra para provocar São Paulo nas redes sociais

    ver detalhes
  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes