Carille fala sobre tratamento com o elenco do Corinthians e exalta ajuda dos jogadores

Carille fala sobre tratamento com o elenco do Corinthians e exalta ajuda dos jogadores

Por Meu Timão

2.4 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Carille faz boa temporada de estreia no comando do Timão

Carille faz boa temporada de estreia no comando do Timão

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Auxiliar de Tite por muito tempo, Carille parece ter aprendido muita coisa com Adenor. Uma delas é o tratamento com o elenco. Assim como o atual treinador da Seleção Brasileira, o comandante alvinegro sempre visa o trabalho do grupo inteiro. Durante os treinos, não existe time principal, todos recebem a mesma atenção.

"Meu time reserva não treina igual o adversário, treina igual meu time A. Eu preciso preparar meus jogadores para entrar. Não adianta eu pegar uma equipe que joga com três zagueiros e montar meu time B igual. Eu estou deixando de treinar meu time. Então, é treino igual pros dois times. Isso facilita muito o dia a dia", contou Carille, em entrevista à ESPN.

Leia também:
Carille enaltece melhora ofensiva do Corinthians e disciplina do grupo: 'Muito orgulho'
Cássio exalta comando de Carille no Corinthians e almeja Seleção Brasileira

Além do tratamento igual na parte tática e técnica, o treinador também tem uma filosofia bastante igualitária no tratamento com os atletas. Exemplo disso são os momentos de bronca ou elogio durante os treinos. Não há distinção entre os mais experientes e os garotos.

"Não chamo atenção de nenhum atleta na frente do grupo e, principalmente, na frente das câmeras. Então, eu estou conduzindo o treino, o Paulo acerta um passe eu digo "Boa, Paulo!". Na hora que ele errar o passe, eu falo "Acerta o passe", não precisa falar o nome. Ele já sabe que acabou de errar. Eu levo isso para todos, tanto para o Jadson, que é um dos mais experientes, quanto para Pedrinho e Léo Santos, os mais jovens. O tratamento é igual", afirmou o treinador.

Outro ponto bastante trabalhado por Carille é o de ouvir os atletas. O comandante alvinegro deixa bem claro que, no vestiário, não é só o técnico que fala. Nesse momento, o destaque são os atletas mais experientes. Sempre aberto a aprender com quem está jogando, Fábio não tem vergonha de ser questionado e até pede conselhos durante as partidas.

"Estou há 24 anos trabalhando com atleta no meio de futebol e tenho certeza no que vou falar. Os jogadores estão cada vez mais inteligentes, tem que saber abordar, porque eles questionam. Aqui no grupo, para mim, eu que estou aprendendo, eu tenho Rodriguinho e Fagner, principalmente, que me questionam e eu gosto. Eu cresço, eles fazem eu olhar de outra forma. Eles estão dentro do campo", revelou.

"Muitas vezes eu chego no intervalo com alguma dificuldade e digo "quero ouvir de vocês". Eles se colocam, em cima disso, e e ajudam. Essa abertura o técnico tem que ter cada vez mais", concluiu.

Sem contar com dois de seus "auxiliares", que estão com a Seleção Brasileira na Australia, Carille se prepara para o jogo contra o Vasco, nesta quarta-feira, às 21h45. O treinador já definiu os titulares para o confronto: Cássio; Paulo Roberto, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel, Jadson e Clayson; Jô.

Veja mais em: Fábio Carille e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Matheus Matias será emprestado pelo Corinthians em 2019

    Corinthians empresta Matheus Matias com cláusula contratual inspirada em Arana

    ver detalhes
  • Leandro Castan pode voltar ao Corinthians seis anos após sair do clube

    Próximo do Corinthians, Castan publica mensagem misteriosa após reunião com Vasco

    ver detalhes
  • Corinthians encara São Paulo pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians e São Paulo fazem clássico valendo vaga nas semifinais da Copa RS

    ver detalhes
  • Conselho Deliberativo se reúne nesta terça-feira no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians vota orçamento de 2019 em reunião nesta terça-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes