Em jogo de cinco gols, Corinthians vence São Paulo e se isola ainda mais na ponta do Brasileirão

Corinthians Corinthians 3 x 2 São Paulo São Paulo

Brasileirão 2017

Em jogo de cinco gols, Corinthians vence São Paulo e se isola ainda mais na ponta do Brasileirão

Romero marcou o primeiro gol do Majestoso

Romero marcou o primeiro gol do Majestoso

Foto: Reprodução/TV

O Corinthians não apenas venceu o São Paulo como também jogou muito bem na tarde deste domingo, na Arena, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de alguns sustos na reta final da partida, o Timão fez inúmeras jogadas precisas e envolventes ao melhor estilo Fábio Carille, desbancou o rival tricolor taticamente, destruiu aquela que era a defesa menos vazada da competição e triunfou pelo placar de 3 a 2, com gols de Romero, Gabriel e Jadson.

Com a vitória, o Corinthians abriu três pontos de vantagem na liderança do Brasileirão. A equipe alvinegra havia iniciado a rodada apenas um ponto à frente dos vice-líderes Grêmio e Coritiba. Agora o Timão soma 16 pontos em 18 disputados. Os paranaenses ocupam a segunda colocação, com 13. Os gaúchos estão em terceiro, com 12, e entram em campo apenas na noite de segunda-feira, contra o Bahia.

Em tempo: o Corinthians entrou em campo com dois desfalques em relação à equipe considerada titular: Rodriguinho e Fagner, que estão concentrados com a Seleção Brasileira. Assim, Carille mandou a campo uma equipe formada por: Cássio, Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel, Jadson e Romero; Jô.

Vale ainda destacar que, sem tempo para descansar, o Corinthians já tem compromisso marcado para a próxima quarta-feira. Pela sétima rodada do Brasileirão, o Timão encara o Cruzeiro do técnico Mano Menezes novamente na Arena.

Primeiro tempo

A exemplo do que havia acontecido nas últimas partidas do Corinthians, foram os comandados de Fábio Carille que iniciaram o clássico de modo ofensivo, pressionando o adversário em seu campo de defesa. Não demorou, assim, para o Timão abriu o placar.

Aos seis minutos, Marquinhos Gabriel aproveitou os espaços deixados pelos defensores são-paulinos e, com liberdade e visão invejáveis, lançou Romero dentro da área. O paraguaio saiu de trás dos zagueiros são-paulinos e dominou com precisão. Cara a cara com Renan Ribeiro, o atacante deslocou o goleiro e estufou as redes.

Com o Corinthians jogando "o fino da bola", a única possibilidade de o São Paulo empatar a partida parecia ser na base da bola parada. E assim o fez. Aos 17 minutos, Júnior Tavares bateu falta cruzando na área, e Gilberto, em posição de impedimento, cabeceou encobrindo o goleiro Cássio.

O gol pareceu desestabilizar a equipe do Corinthians, que passou a jogar de forma mais defensiva. E foi nesse cenário que o Timão conseguiu voltar a ficar à frente no placar, aproveitando um erro na troca de passes do São Paulo.

Aos 40 minutos, Jô interceptou bola mal passada pelo zagueiro Maicon. O camisa 7, então, disparou do meio de campo até a grande área, onde chutou cruzado e por pouco não balançou as redes. Renan Ribeiro fez boa defesa e, no rebote, Gabriel apareceu como um foguete para soltar a bomba e marcar o segundo gol do Corinthians na partida.

Segundo tempo

Com a vantagem no marcador, o Corinthians começou a etapa final se sentindo à vontade. Com troca de passes envolventes e presença quase que integral no setor ofensivo, não demorou para o Timão construir sua primeira chance de gol: aos oito minutos, Jadson bateu escanteio, e Pablo superou Maicon para cabecear levando muito perigo ao gol são-paulino.

Insistindo no ataque e martelando a equipe do São Paulo, o Corinthians envolveu os jogadores adversários em uma jogadaça que terminaria no terceiro gol. Após muitos passes trocados no setor defensivo, Romero foi acionado pela esquerda, tabelou com Jadson e invadiu a grande área. Por lá, fez nova tabela, desta vez com Jô, e colocou o camisa 7 na cara de Renan Ribeiro. Na hora do chute, o centroavante foi derrubado por Douglas, e o árbitro marcou pênalti.

Na penalidade, Jadson foi o encarregado de finalizar. O camisa 10 deslocou Renan Ribeiro e soltou a bomba no meio do gol, fazendo a bola ainda beliscar o travessão antes de balançar as redes.

Com ainda mais folga no placar, Carille decidiu fazer alterações no Corinthians. Primeiro foi a vez de Clayson entrar na vaga de Marquinhos Gabriel. Depois, o treinador trocou Romero por Clayton. Mais ágil ofensivamente, o Timão quase marcou o quatro em uma jogada de contra ataque, na qual Jô bateu cruzado e viu Renan Ribeiro fazer boa defesa.

Como quem não faz toma... O São Paulo conseguiu inverter a bola da ponta direita para a esquerda, pela grande área, e acertou bom cruzamento com Júnior Tavares. Wellington Nem apareceu sozinho entre os defensores corinthianos e estufou as redes.

Com o marcador apontando 3 a 2, o jogo ganhou ares de nervosismo para o Corinthians. O São Paulo passou a acreditar na vitória e apostou suas últimas fichas em sucessivas jogadas de ataque. O Timão, já com Camacho no lugar de Jadson, se fechou e apostou nos contra-ataques. No fim das contas, nada que mudasse o placar! Vitória alvinegra no Majestoso!

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Majestoso.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e São Paulo

  • 1000 caracteres restantes