Em busca de receitas, Corinthians fecha grupo com empresários

Em busca de receitas, Corinthians fecha grupo com empresários

Por Meu Timão

12 mil visualizações 67 comentários Comunicar erro

Roberto de Andrade tem missão de encontrar novas fontes de receita ao Corinthians

Roberto de Andrade tem missão de encontrar novas fontes de receita ao Corinthians

Marcelo Machado/Ag. Corinthians

O Corinthians tem buscado alternativas para driblar a recessão econômica do país e, quem sabe, manter-se saudável financeiramente. Para isso, vale até pedir ajuda a quem entende do negócio. Presidente do Timão, Roberto de Andrade criou um grupo com empresários, diretores de multinacionais e outros especialistas denominado GCCor (Grupo de Comunicação do Corinthians).

O objetivo do grupo, que se encontrará mensalmente, é aproximar o Corinthians do mercado empresarial, o que pode impulsionar o clube na busca por novos patrocinadores e parceiros à Arena Corinthians. O projeto terá custo zero aos cofres alvinegros.

“O Corinthians tem sua parte a comercial, onde buscamos receitas, vendemos nossas propriedades. E pelo atual momento que vive o país, estamos encontrando dificuldades para fazer as coisas acontecerem, para firmar contratos. Criamos esse grupo com CEO de grandes empresas. Existe um networking entre essas companhias, que se conversam, trocam números, mesmo empresas que não são do mesmo segmento”, explicou Roberto de Andrade.

“'Estou negociando com a empresa A, alguém tem abertura?' Aí alguém diz: 'Tenho'. O que ele vai fazer? Abrir a porta. Não quer dizer que vai sair o negócio, mas vai sedimentar o caminho, fazer com que a gente chegue mais rápido onde a gente quer chegar. E dentro dessas reuniões mensais a gente troca ideias para achar caminhos melhores, negócios. Como grandes empresas fazem isso, nós também estamos fazendo”, acrescentou o dirigente.

A princípio, alguns participantes do Grupo de Comunicação do Corinthians não terão seus nomes divulgados. Ao menos dois são conhecidos: o secretário municipal de esportes de São Paulo, Jorge Damião, e a empresária Deia Gorayeb.

Vale lembrar que o Corinthians não possui um patrocínio máster desde abril, quando decidiu não estender até o fim do ano o vínculo com a Caixa Econômica Federal. A principal propriedade do uniforme alvinegro é avaliada em R$ 30 milhões.

Veja mais em: Ações de marketing, Roberto de Andrade e Patrocinador do Corinthians.

Veja Mais:

  • Clayson, Luan, Sornoza, Marciel e Matheus Matias: confira o vaivém no Corinthians neste fim de 2018

    Corinthians no mercado da bola: saiba quem chega, quem sai e quem negocia com o Timão para 2019

    ver detalhes
  • Pepe rescindiu o contrato na Turquia e está livre no mercado

    Zagueiro Pepe rescinde contrato na Turquia e Fiel faz 'campanha' por negócio com o Corinthians

    ver detalhes
  • Denilson alertou para a necessidade de reforçar plantel de Carille para 2019

    Pentacampeão do mundo fala de aumento da responsabilidade de Carille e alerta: 'Não adianta só ele'

    ver detalhes
  • Corinthians tem compromisso importante ainda em 2018 para tentar classificação na Superliga

    Duelo pela Superliga e amistoso de futebol americano marcam últimos compromissos do Timão no ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes