Balbuena valoriza Carille e o resgate da 'escola Tite', esquecida em 2016 no Corinthians

Balbuena valoriza Carille e o resgate da 'escola Tite', esquecida em 2016 no Corinthians

Por Meu Timão

2.8 mil visualizações 43 comentários Comunicar erro

Balbuena destacou o trabalho de Carille no comando do Corinthians

Balbuena destacou o trabalho de Carille no comando do Corinthians

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Dos inúmeros méritos do Corinthians na campanha do Brasileirão até aqui, a solidez defensiva tem sido um dos mais reconhecidos por imprensa e torcida. Até aqui, são apenas nove gols sofridos em 19 partidas. Para Balbuena, um dos pilares do setor, esses números são fruto do trabalho de Carille, que recuperou algo iniciado por Tite e esquecido na última temporada.

"Pelo trabalho que ele vem fazendo desde o início do ano. Ele vem da escola do Tite. Os conceitos que ele tem, aprendeu com o Tite. Em comparação ao ano passado, a gente tinha saído dessa linha. Com ele neste ano, como a maioria sabe dos conceitos, da marcação e da forma de jogar com e sem a bola, ele recuperou isso. Foi muito mais repetição do que trabalhar novidades. Foi repetição do que o Corinthians já tinha incorporado", explicou o paraguaio, em participação no programa Bem Amigos, da Sportv.

Leia também:
Líder invicto, Corinthians traça plano para ser 'melhor em tudo' no Brasileirão
Pedrinho projeta mais dribles pelo Corinthians e revela ensinamentos de Carille
Camacho analisa posição de 12º homem e ressalta amizade no elenco do Corinthians

Além de seu setor, Balbuena também reconhece outra virtude que vem desde os tempos de Tite: a coletividade. Mais do que zagueiros e laterais, quando o Corinthians é atacado todos marcam. Até mesmo Jô, centroavante da equipe, tem aparecido no campo de defesa para cobrir espaços deixados pelos companheiros ou apenas acompanhar a bola tocada pelo adversário.

"Ninguém entra em campo para tomar gols. Não sofrendo gols, a gente fica mais perto da vitória. Todo mundo fala que o Corinthians se defende bem, mas é um compromisso de todos. Nosso time tem um compromisso definido e uma responsabilidade de marcação quando não tem a bola. Mas quando tem a bola começa a jogar também. Todos os times quando não têm a posse de bola não agridem na marcação. Uma virtude nossa é que todos marcam quando não temos a posse de bola", destacou.

Com Balbuena provável entre os titulares, o Timão volta a campo pelo Campeonato Brasileiro neste sábado, às 16h, para enfrentar o Vitória. A partida, válida pela 21ª rodada da competição, contará com bom público - 30 mil ingressos já foram comercializados.

Veja mais em: Balbuena, Fábio Carille e Tite.

Veja Mais:

  • Thiago Neves desperta interesse no Corinthians

    Corinthians formaliza interesse em Thiago Neves e Sassá, relata Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro foi peça importantes nos últimos títulos do Grêmio

    Pai de Ramiro revela conversas adiantadas com o Corinthians e fala em acerto ainda nesta semana

    ver detalhes
  • Matias Ávila, diretor financeiro, e Roberto Gavioli, gerente financeiro, em coletiva nesta quarta-feira

    Corinthians confirma déficit em 2018, mas prevê explosão de receitas com TV e patrocínios

    ver detalhes
  • Meio campista está bem perto de se tornar novo reforço do Corinthians

    Diretor do Fluminense confirma 'sim' de M. Gabriel e Corinthians se aproxima de acerto por Sornoza

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes